Banco central

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1213 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 2 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Localização

Sede própria
O Banco Central do Brasil tem suas principais dependências instaladas em área contígua à do Clube dos Servidores do Banco Central do Brasil (Asbac), no seguinte endereço: SCES trecho 2 – lotes 1A/1B – 70200-000 – Brasília – DF.

Capacidade
1 Auditório, para 150 pessoas;
5 Salas de aula de informática, para 78 pessoas (número total);
13 Salas de aula, 400 pessoas,no total somando 6.100 m2.

Museu de Valores do Banco Central

O Nascimento
* A idéia de se criar um museu voltado para a evolução dos meios de pagamento surgiu logo que o Banco Central foi fundado. Esse ideal se viabilizou a partir de decisão tomada em 17 de agosto de 1966 pela Diretoria do Banco. Nesse momento, deu-se início aos trabalhos de coleta de acervo, planejamento do novo espaçoe composição de pessoal.
* Trigueiros, um dos idealizadores do Museu de Valores, assim justifica a denominação e o nascimento: "o que os bancos detêm nas suas reservas, os papéis que circulam e a própria moeda representam valores. Assim, um museu bancário é antes de tudo um museu de valores, pois em seu acervo, além de moedas e cédulas, devem ser recolhidos todos os papéis que representamcirculação de riqueza."
* O Museu de Valores foi inaugurado no dia 31 de agosto de 1972, no Rio de Janeiro, como parte das comemorações do Sesquicentenário da Independência do Brasil. As instalações ocupavam parte do pavimento térreo do prédio que anteriormente sediava as Caixas de Conversão, de Estabilização e Amortização. Hoje, nesse edifício inaugurado em 14 de novembro de 1906 e tombado em1973 pelo Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, funciona o Departamento do Meio Circulante do Banco Central.
* Com a construção do edifício-sede do Banco em Brasília, foi reservado espaço para o museu que viria a ser transferido do Rio de Janeiro. Sua inauguração, na capital federal, ocorrida em 08 de setembro de 1981, ensejou o abrigo e a exposição de seu acervo em local dotado de recursosde segurança, amplitude e beleza.
Filosofia e Objetivos

* O Museu de Valores tem-se constituído em um dos guardiães da Memória Nacional, essencialmente no que se refere à evolução dos meios de pagamentos, à História Econômica e à Numismática. Esse objetivo, colocado de modo amplo, é norteado pelos princípios que deram origem ao museu, ou seja, os propósitos do Banco Central na conservaçãoe divulgação de parte da história e cultura de várias sociedades.
* A filosofia do Museu de Valores se adequa perfeitamente às atividades do Banco Central. Araken C. Farias, ex-diretor do Banco Central, em prefácio de publicação sobre o Museu, assim se expressou: "Em paralelo ao desempenho de seus encargos específicos, dentre eles o de órgão emissor, executando os serviços do meio circulante,o Banco Central cultiva o propósito de divulgar todo um patrimônio cultural. De fato, é significativo que uma organização ainda nova como esta Autarquia adote, como símbolo institucional, a marca de um dobrão, moeda antiga de conhecida presença na evolução histórica do País. É um feliz sinal de compromisso com a história.".
Os instrumentos utilizados pelo Museu de Valores com a finalidade dealcançar essas metas são:
*
* recolher, classificar, colecionar, conservar e expor moedas, medalhas, condecorações, cédulas, cheques, ações ou quaisquer outros documentos, ou objetos, que representaram, ou representam, circulação de riqueza, tanto no Brasil, como em outros países;
* promover estudos, pesquisas e conferências, relacionados com a história do meio circulante;
*acompanhar, através da manutenção de arquivo de informações, a evolução da tecnologia do dinheiro, no Brasil e no exterior;
* divulgar, sistemática e programadamente, por meio de exposições de longa duração, temporárias ou itinerantes, no país ou no exterior, o acervo do Museu;
* promover o intercâmbio com instituições congêneres, no Brasil e no exterior;
* manter e...
tracking img