Banco central do brasil

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 24 (5839 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 19 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
INTRODUÇÃO

Este trabalho tem como objetivo apresentar os estudos e análise de uma política econômica voltada á estabilização da economia, o Brasil do Real, a estabilidade econômica ganhou status de contrato social, da mesma forma que temos orgulho de falar uma só língua no território nacional.
O Brasil vem conquistando vitórias inéditas na sua história, particularmente nos últimos anos adivida externa, risco Brasil e mínimos históricos, rompimento da inflação inercial, maior solidez das instituições financeiras e dos mercados de capitais, e mesmo a instituição pelo Bacen do regime cambial de livre flutuação da moeda em 1.999.
Dentre as conquistas elencadas acima, a última tem particular importância para o objetivo deste trabalho: o risco que advém da livre flutuação cambial e asopções oferecidas pelo mercado financeiro para proteção das empresas com ativos ou passivos em moedas estrangeiras. Será abordado como flutuação cambial e as diferenças entre as taxas de juros domésticas e internacionais podem deixar de serem ameaças para ser converterem, através de um planejamento financeiro adequado, em oportunidades.

















1. Banco Central doBrasil


O Banco central do Brasil foi criado em 31 de dezembro de 1964, através da lei n 4.595 aos 20 anos depois da criação da SUMOC, que tinha mandato específico para preparar sua criação.


No período que vai de 1946 á 1964, porém várias outras tentativas semelhantes foram obstruídas na câmara federal. Em 1964 no governo militar de Castelo Branco todo antigo grupo da SUMOCretornou ao centro do poder.


Foram várias oportunidades sob á lei militar para tirar do papel o antigo sonho que foi criar finalmente um banco central pelo intermédio da SUMOC em 1945. Com essa reforma monetária criou o BACEN para substituir á configuração da SUMOC com todas as atribuições. Com á substituição da SUMOC para o BACEN todas as responsabilidades na emissão da moeda, as operaçõesde crédito ao tesouro, aquisição de títulos emitidos pelo tesouro, (cared) ao (camob) foram abolido e seus valores líquidos incorporados, controle e a execução das operações de câmbios do banco do Brasil passaram para o Banco Central, sendo assim, uma criação no conselho monetário nacional.


O banco central ficou com a possibilidade de delegar o banco Brasil a função de guardar asreservas voluntárias dos bancos e de efetuar a compensação de cheques, a caixa de amortização do tesouro foi abolido e a função de emitir tudo com muito privilégio.


O BACEN e o tesouro nacional estabeleceram-se agora através das relações do orçamento monetário e, deste com a conta movimento. O orçamento monetário foi criado pela reforma para dimensionar as metas de expansão monetário juntocom orçamento fiscal para refletir a programação das receitas e despesas fiscais do tesouro nacional.Pode-se dizer pela análise desses pontos que a gestão da política monetário ficou centralizadas, o BACEN e o tesouro nacional ficou simplificada, o tesouro perdeu o poder de emissão que antes possuía e, através da carteira de amortização, recriou-se também o papel da dívida pública parafinanciar os déficits do tesouro .


Os tetos de expansão das suas operações passaram a ser definidos pelo conselho monetário nacional através do orçamento monetário. A conexão mais importante entre eles, porém passou a ser feito com a conta movimento do banco do Brasil, por intermédio do qual o mesmo executava, em nome do governo, inúmeras vezes operações, financiados pelo BACEN.

1.2.Principais funções do Banco Central do Brasil


Na maior parte dos países economicamente relevantes as principais missões senão á única da Autoridade Monetária é garantirem as estabilidades dos preços, evitando a valorização da moeda. Isso representa, em última instância, proteger a sociedade, impedindo a transferência da riqueza da população para governo por intermédio de processos...
tracking img