Balanced scorecard

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 13 (3181 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
1. INTRODUÇÃO

Antigamente o sucesso das empresas era determinado pela maneira como se aproveitavam dos benefícios da sua contabilidade. Durante esse período, sistemas de controle financeiro foram desenvolvidos com o intuito de facilitar e monitorar alocação eficiente de capital financeiro e físico.
Em um ambiente onde a excelência empresarial é exigido continuamente, o grande desafio dosistema de informação gerencial, está em fornecer informações corretas e oportunas para auxiliar a tomada de decisão dos gestores. O BSC surgiu como uma ferramenta que pode ser utilizada para gerenciar importantes processos organizacionais.
O Método consiste num sistema de medição e gestão (Scorecard) estratégica do desempenho, bem como, no equilíbrio (Balanced) entre a gestão financeira e o capitalintangível das empresas por forma a alcançar vantagens competitivas.
O Balanced Scorecard atua através de uma visão holística da organização e tem como base a inovação, o conhecimento e a aprendizagem, bem como as relações de causa e efeito entre seus indicadores, transformando estes ativos intangíveis em resultados financeiros.
Este presente trabalho ter por finalidade maior expor o conceitoe suas abrangências relacionadas ao BSC explanando as vantagens e desvantagens em aderir este método. Apresentando como exemplo a empresa Banco do Brasil S/A que utiliza esse método para gerir seus negócios, expandindo a base de clientes que contribuiu para que o banco alcançasse posição de liderança no mercado de varejo bancário.






2. BALANCED SCORECARD
Historicamente, o processode avaliação do desempenho organizacional esteve atrelado essencialmente à utilização de relatórios financeiros, que expressavam os resultados de uma organização a partir de medidas como lucratividade, rentabilidade e retorno sobre o patrimônio. Tais indicadores, no entanto, descrevem apenas situações passadas, sem explicar a geração de valor futuro.
Buscando aprimoraros mecanismos tradicionais de avaliação do desempenho organizacional, na década de 90 a preocupação era medir a performance das organizações, já que os métodos existentes para avaliação do desempenho empresarial eram apoiados nos indicadores contábeis e financeiros e estavam se tornando obsoletos. Acadêmicos e executivos estudaram, pesquisaram e desenvolveram um novo modelo que considera osobjetivos em curto e longo prazos, medidas financeiras e não-financeiras, indicadores de performance e as perspectivas interna e externa do desempenho empresarial. Essa síntese foi feita por Robert S. Kaplan e David P. Norton, em 1992, no artigo The balanced scorecard publicado na revista Harvard Business Review.
Com essa publicação eles mal sabiam que estavam para dar início a uma revolução,pois o fizeram com o único objetivo de mostrar as desvantagens de usar apenas medidas financeiras para julgar o desempenho empresarial, incentivando as empresas a medir também fatores como qualidade e satisfação do cliente. Desenvolveram assim, um instrumento gerencial que procura avaliar resultados a partir da mensuração de ativos tangíveis e intangíveis de uma empresa, comoprodutos e serviços de qualidade, funcionários competentes e motivados, processos eficientes e clientes satisfeitos. Tal instrumento, denominado Balanced Scorecard (BSC), preserva as medidas financeiras tradicionais, mas focaliza outras três perspectivas de desempenho: clientes, processos internos e aprendizagem.
Para os autores Kaplan e Norton, (1997) não é possíveladministrar algo quando não conseguimos medir. Eles descrevem a inovação do BSC da seguinte forma:
“O BSC retém medidas financeiras tradicionais. Porém as medidas financeiras falam apenas de eventos passados, perfeitamente adequados para empresas industriais para as quais os investimentos a longo prazo em novas capacidades e relação com clientes não são críticos para o sucesso. Porém, essas medidas...
tracking img