Azulejaria ludivicense

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (428 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 31 de janeiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
A azulejaria é símbolo cultural de São Luís e, a Cidade é referência Nacional de Azulejos de Fachada. Sua conservação é a certeza da continuidade histórica de nossa sociedade e a garantia depreservação dessa herança cultural.
 O grupo de Azulejaria do Centro de Artes Japiaçu, resgata essa tradição e riqueza artesanal através de suas peças que, além de valorizar a iconografia maranhense, conferema seus produtos beleza e funcionalidade, demonstrando através de suas técnicas de pintura, a arte e a beleza da azulejaria maranhense.
http://japiacu.wordpress.com/2007/09/10/azulejaria-maranhense/História e beleza no patrimônio azulejar de São Luís. Foram mais de cem mil peças trazidas de Portugal para a capital maranhense
Símbolo de requinte do Maranhão, a azulejaria é uma das maissignificativas manifestações do Estado. Essa arte herdada dos portugueses (que por sua vez aprenderam com os mouros) é tão presente em São Luís que tudo – desde placas a lembrancinhas – remete aopatrimônio azulejar.
A azulejaria maranhense remonta ao final do século XVIII, isto é, quanto ao revestimento interno. Uma das razões desse tipo de revestimento seria pela questão climática, pois, para o climaquente e úmido, o azulejo apresenta indiscutíveis vantagens, não só por ser capaz de obter um melhor isolamento térmico – já que a superfície clara dos azulejos reflete, com eficiência, os raiossolares bastantes intensos na linha do Equador. Como consequência a temperatura dentro dos imóveis se torna mais amena e agradável – mas também pela durabilidade e facilidade de limpeza, tornando aconservação menos onerosa se comparada a uma parede comum.
Segundo dados da Balança Geral do Comércio de Portugal, nos anos de 1776 a 1800, chegaram a São Luís, cerca de 107.402 peças. Para o Maranhão, ogrande fluxo de azulejos, sem dúvida, foi de procedência portuguesa – mas recebeu também peças da França, Alemanha e Bélgica – numa multiplicidade de estampilhagens, cobrindo as paredes de enormes...
tracking img