Azeite de oliva

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1196 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
AZEITE DE OLIVA
Quando a azeitona, ou oliva, amadurece no pé, sua cor muda de verde para preto brilhante. Mas sob sua pele escura há “ouro” esperando para ser extraído. Ao serem prensadas, as azeitonas maduras liberam um líquido dourado que há milhares de anos embeleza as mesas dos lares mediterrâneos. Esse ouro líquido, o azeite de oliva, é um produto valioso das oliveiras, que existem emgrande quantidade nas colinas desde Portugal até a Síria.
O azeite de oliva tem sido apreciado através do tempo por seu uso como alimento, combustível, ungüento e para fins religiosos. Hoje, o ouro líquido da oliva continua imbatível entre os azeites. O mesmo processo simples de extração do azeite de oliva é usado há milhares de anos. Primeiro, os colhedores batem com varas nos galhos das oliveiraspara derrubar as azeitonas no chão, que então são recolhidas. Daí, as azeitonas inteiras, incluindo o caroço, são prensadas num moinho. Em seguida, retira-se a parte sólida. Por fim, o azeite é separado da água num tanque de decantação e está pronto para o consumo.
Diferentemente do ouro, há quase tantos tipos de azeite de oliva quanto de vinho. No mundo todo, cultiva-se um bilhão de oliveiras. Eos horticultores classificaram mais de 680 variedades de azeitona. Além da diversidade, outros fatores, como tipo de solo, clima, época de colheita (que vai de novembro a fevereiro) e processo de extração, influenciam no sabor, na cor e no aroma exclusivos do azeite.
O clima do Mediterrâneo favorece o cultivo das oliveiras e, por isso, cerca de 95% de todo o azeite de oliva produzido no mundo vemdessa região. Visitantes verão colinas cobertas de olivais em vários países: Espanha, Grécia, Itália, Marrocos, Portugal, Síria, Tunísia e Turquia. Por este motivo essa fartura de azeite de oliva pode ser descrita como “o ouro líquido do Mediterrâneo”.
Utilização do Azeite de oliva
Há séculos que a culinária do Mediterrâneo conta com o azeite de oliva para realçar o sabor de vários pratostípicos. Pode ser usado para fritar, marinar ou temperar alimentos. Uma alimentação rica em azeite de oliva virgem pode ajudar a reduzir os riscos de doença cardíaca e câncer.
Talvez haja vários motivos para o azeite de oliva trazer esses benefícios à saúde. Um deles é seu alto nível (até 80%) de ácido oléico, que tem um efeito positivo no sistema circulatório. Além disso, por não se usarem processosquímicos nem conservantes, o azeite de oliva não perde vitaminas, gorduras monoinsaturadas e outros componentes naturais do fruto maduro.
Por causa da capacidade antioxidante de seus componentes secundários, como a vitamina E e os polifenóis (compostos aromáticos), o azeite de oliva também protege e tonifica a pele. Por isso, ele costuma ser usado na fabricação de cosméticos, loções, xampus esabonetes. Os antigos gregos e romanos usavam azeite de oliva enriquecido com ervas para limpar e hidratar a pele. Mais tarde, no sexto século, artesãos franceses passaram a misturar azeite de oliva com cinzas de plantas marinhas para fazer sabonetes.
As riquezas da oliveira não são passageiras. Uma oliveira pode produzir anualmente de três a quatro litros de azeite por vários séculos. E não hádúvida de que esse ouro líquido faz bem à saúde, suaviza a pele e dá muito mais sabor à comida.

Curiosidades sobre o azeite de oliva
· Suas propriedades duram até 18 meses.
· A luz deteriora seus componentes, de modo que ele deve ser guardado em lugar fresco e escuro.
· Ele perde seus antioxidantes quando usado para fritar mais de uma vez.
· Nutricionistas recomendam que as pessoas o consumama vida inteira para aproveitar ao máximo suas propriedades saudáveis.
· Seus benefícios para a saúde são intensificados quando usado como componente básico de dieta rica em peixe, verduras, legumes e frutas.
· O azeite é um grande auxiliar no tratamento de doenças cardiovasculares, excesso de colesterol no sangue, dores de ouvido e estrias na pele.

O azeite de oliva nos tempos...
tracking img