Avanços e desafios do sus

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2494 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
A) Três avanços do SUS, identificando os possíveis fatores que tenham concorrido para isso;
B) Três desafios, sugerindo ações que possam revertê-los.

1ª Parte – Produção Coletiva

Para entendermos melhor os avanços e desafios do SUS temos que revisar o passado e conhecer a História das Políticas de Saúde no Brasil.

1900-1930( No início do séc. 20, não havia atendimentomédico de caráter público. O Brasil vivia assolado em epidemias de febre amarela, varíola, cólera, tuberculose, peste e malária. Só os ricos tinham atendimento médico pago. A população pobre só dispunha de atendimento filantrópico nos hospitais de caridade. Não havia atendimento aos operários e trabalhadores. Navios não atracavam no Brasil devido às epidemias.
Têm-se início então, as Campanhasde Saúde Pública, com ações de Quarentena, onde ocorria o encarceramento de pessoas com doenças contagiosas e as campanhas de vacinação, a qual era obrigatória. E ainda saneamento das cidades portuárias. O desenvolvimento econômico cresce, com aumento da produção industrial. A classe de trabalhadores era totalmente desassistida, e com o movimento operário (greves) e a Lei Eloy Chaves são criadasas CAPs (Caixas de Aposentadorias e Pensões), financiada por trabalhadores e empresas, dando direito a Previdência e Assistência a Saúde. Contudo, só os grupos organizados e maiores como os grupos de ferroviários e marítimos tinham acesso.

1930-1945(Início do governo de Getúlio Vargas. Este centraliza e uniformiza as CAPs, e surgem então as IAPs (Instituto de Aposentadorias e Pensões), queeram organizadas por categoria profissional, e havia representantes dos trabalhadores na administração. O financiamento ficava a cargo das empresas, dos trabalhadores e Estado e dava direito a aposentadorias, pensões e serviços de saúde. Desta maneira, muito dinheiro era arrecadado, servindo para o financiamento da industrialização do país. Algumas categorias arrecadavam mais, como a dosbancários, ferroviários e marítimos, e tinham direito a uma maior assistência. Quem não pagava não tinha direito a nada.

1945-1964(Ditadura de Getúlio Vargas (Pai dos Pobres). Criação da CLT (Consolidação das Leis Trabalhistas). Saúde no Brasil é dividida em duas categorias:
Saúde Pública - Caráter preventivo e conduzido através de Campanhas, controle de endemias, e ações de Vigilância Sanitáriae Epidemiológica.
Assistência Médica – Caráter Curativo conduzido através da ação da Previdência Social.
Neste período houve a construção de grandes hospitais que concentravam o atendimento de uma região, com médicos de várias especialidades (medicina de alto custo), em detrimento da criação de postos de saúde (atendimento de baixo custo). Privilegiando a indústria farmacêutica e deequipamentos médicos.
Na déc. de 50 as ações de Saúde Pública aumentam em relação a assistência médica individual, com a criação do FSESP(Fundação de Serviço Especial de Saúde Pública), que realizava grandes campanhas no interior do país de combate a malária, mal de Chagas, esquistossomose, etc. Nesta época houve crescimento econômico, aumento da classe operária, consequentemente, aumento dosIAPs. E também início da Previdência Privada, e de Planos de Saúde privado.
1964-1981(Início da Ditadura Militar. Nesta época ocorre a unificação das IAPS em INPS (Instituto Nacional de Previdência Social), concentrando todos os institutos (dos setores de serviços, indústria e comércio) relacionados à previdência e ainda inclui os produtores rurais. Os trabalhadores não participam mais daadministração. Muito dinheiro para gerir, que servirá para financiamento de outras coisas (transamazônica ponte Rio - Niterói, Itaipu). Financia também a construção dos hospitais privados e depois ainda paga pelos serviços prestados (financia duplamente). Essas ações, com o tempo, levam a um Sistema previdenciário falido, diminuindo os gastos com saúde e benefícios ao trabalhador.
Quanto à...
tracking img