Avaliação

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1830 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 10 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
NÚCLEO DE ENSINO A DISTÂNCIA

CURSO DE PEDAGOGIA – OFERTA ESPECIAL

ANGELA MARIA RIBEIRO FRANCO












AVALIAÇÃO DA APRENDIZAGEM













CURITIBA

2012

NÚCLEO DE ENSINO A DISTÂNCIA

CURSO DE PEDAGOGIA – OFERTA ESPECIAL

ANGELA MARIA RIBEIRO FRANCO

IFPR - TARDE

TURMA: 8300









AVALIAÇÃO DA APRENDIZAGEMTrabalho apresentado como instrumento de avaliação da disciplina de Avaliação da Aprendizagem do curso de Pedagogia – oferta especial.

Docente: Adriana de Araújo










CURITIBA

2012



A Charge apresentada nos remete a um momento histórico da educação onde a prática avaliativa era o exame. Esta práticasurgiu com o pretexto de avaliar a aprendizagem do aluno, mas na verdade foi adotada como uma via de controle, destinada a selecionar. “É necessário determinar aqueles que são diferentes”, frase encontrada na charge que expressa, de acordo com a imagem a intenção de excluir aqueles que não estavam dentro dos parâmetros de conhecimentos exigidos, ou seja, inclusão de alguns e exclusão de outros.O exame surge fortemente na China, 1.200 a.C, e aparece como forma de controle e manutenção social, e não como um instrumento educativo. Como papel mediador entre sujeitos do sexo masculino e o serviço público, com intenção de selecionar aqueles que seriam admitidos no serviço público. O exame da seguinte maneira: se o aluno alcançava êxito estava tudo certo, se não a responsabilidade era todado próprio aluno, pois todos eram avaliados de maneira igual. O que podemos perceber na charge.
Os elementos constitutivos dessa charge chamam a atenção para a Abordagem Tradicional que trata de uma concepção e uma prática educacional que persistem no tempo, em suas diferentes formas, e que passaram a fornecer um quadro diferencial para todas as demais abordagens que a ela se seguiram.Como se sabe, o adulto, na concepção tradicional, é considerado como homem acabado, "pronto" e o aluno um "adulto em miniatura", que precisa ser atualizado. Neste contexto o ensino era centrado no professor e o aluno apenas executa prescrições que lhe são fixadas pela autoridade do professor.
O objetivo educacional na concepção Tradicional se encontra intimamente relacionado aos valoresapregoados pela sociedade na qual se realiza. Os Programas exprimem os níveis culturais a serem adquiridos na trajetória da educação formal. A reprovação do aluno passa a ser necessária quando o mínimo cultural para aquela faixa não foi atingido, e as provas e exames são necessários a constatação de que este mínimo exigido para cada série foi adquirido pelo aluno.
Quanto ao conhecimento,parte-se do pressuposto de que a inteligência seja uma faculdade capaz de acumular/armazenar informações. Aos alunos são apresentados somente os resultados desse processo, para que sejam armazenados. Evidencia-se o caráter cumulativo do conhecimento humano, adquirido pelo indivíduo por meio de transmissão, de onde se supõe o papel importante da educação formal e da instituição escola. Atribui-se aosujeito um papel insignificante na elaboração e aquisição do conhecimento. Ao indivíduo que está "adquirindo" conhecimento compete memorizar definições, anunciando leis, sínteses e resumos que lhes são oferecidos no processo de educação formal.
A escola, na concepção Tradicional é o lugar por excelência onde se realiza a educação, a qual se restringe, a um processo de transmissão de informaçõesem sala de aula e funciona como uma agência sistematizadora de uma cultura complexa.
Essa tendência chamada tradicional reserva uma responsabilidade particular à escola e aos conteúdos a serem trabalhados, no que diz respeito à formação do educando. A escola atua na preparação intelectual e moral com o compromisso de difundir a cultura, por isso os conteúdos a serem transmitidos são...
tracking img