Avaliação psicológica em psicooncologia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1850 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 8 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
INTRODUÇÃO

O estudo da Psicooncologia é bastante vasto, a oncologia possui diversas diversificações proporcionando um vasto campo para o trabalho de psicólogos. Nesta área de atuação, o psicólogo faz parte de uma equipe multiprofissional, participando da convivência com o estigma câncer, elevando a importância dos aspectos psicossociais, integrando a doença e o doente na totalidade do ser,como uma unidade: mente, corpo e sentimento. De acordo com Koogan (2007) o câncer é composto por um crescimento desordenado (maligno/benigno) de células que invadem os tecidos e órgãos, podendo espalhar-se (metástase) para outras regiões. Existem diferentes tipos de câncer que correspondem a vários tipos de células do corpo.

O câncer pode ser tratado de diversas formas, através de cirurgias,radioterapias, quimioterapia, imunoterapia e hormonioterapia. Neste presente trabalho, vamos nos ater a quimioterapia e a importância de uma avaliação psicológica para o grupo de pacientes quimioterápicos.



QUIMIOTERAPIA E ASPECTOS PSICOLÕGICOS



A quimioterapia é o método que utiliza compostos químicos, chamados quimioterápicos, no tratamento de doenças causadas por agentes biológicos.quando forem assimiladas pelas células doentes, afetem a sua reprodução, eliminando-as. Visa à erradicação das células tumorais disseminadas pelo corpo em locais onde uma substância levada pelo sangue pode agir. A quimioterapia pode ser feita com a aplicação de um ou mais quimioterápicos.

O Instituto Nacional do Câncer, ao publicar um artigo sobre quimioterapia, relata que a mesma pode serutilizada em combinação com a cirurgia e a radioterapia, de acordo com a sua finalidade, que pode ser:

“• Curativa - quando é usada com o objetivo de se conseguir o controle completo do tumor, como nos casos de doença de Hodgkin, leucemias agudas, carcinomas de testículo, coriocarcinoma gestacional e outros tumores.
• Adjuvante - quando se segue à cirurgia curativa, tendo o objetivo deesterilizar células residuais locais ou circulantes, diminuindo a incidência de metástases à distância. Exemplo: quimioterapia adjuvante aplicada em caso de câncer de mama operado em estádio II.
• Neoadjuvante ou prévia - quando indicada para se obter a redução parcial do tumor, visando a permitir uma complementação terapêutica com a cirurgia e/ou radioterapia. Exemplo: quimioterapia pré-operatóriaaplicada em caso de sarcomas de partes moles e ósseos.
• Paliativa - não tem finalidade curativa. Usada com a finalidade de melhorar a qualidade da sobrevida do paciente. É o caso da quimioterapia indicada para carcinoma indiferenciado de células pequenas do pulmão.”

A quimioterapia é altamente tóxica ao paciente, portanto efeitos colaterais são previstos conforme o decorrer do tratamento.|Precoces* |Imediatos |Tardios |Ultra-Tardios |
|(de 0 a 3 dias) |(de 7 a 21 dias) |(meses) |(meses ou anos) |
|• Náuseas |• Mielossupressão granulocitopenia |• Miocardiopatia devida aos |• Infertilidade |
|• Vômitos|plaquetopenia anemia |antracícliclos e outros |• Carcinogênese |
|• Mal estar |• Mucosites |• Hiperpigmentação e esclerodermia |• Mutagênese |
|• Adinamia |• Cistite hemorrágica devida à |causadas pela bleomicina |• Distúrbio do crescimento em|
|• Artralgias|ciclofosfamida |• Alopecia |crianças |
|• Agitação |• Imunossupressão |• Pneumonite devida à bleomicina |• Seqüelas no sistema nervoso|
|• Exantemas |• Potencialização dos efeitos das |• Imunossupressão |central |
|• Flebites...
tracking img