Avaliação em turmas numerosas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1133 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de março de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Introdução
O interesse por esta pesquisa propôs como objeto de estudo apontar a importância da avaliação, seus conceitos em diferentes olhares, articulados às experiências vividas ao longo da minha vida profissional.

Destaca-se que este trabalho será desenvolvido a partir de fontes bibliográficas, visando a compreensão dos diferentes conceitos atribuídos, bem como seu papel no processo deensino e aprendizagem na sala de aula. Constitui uma reflexão sobre a avaliação do rendimento dos alunos em salas de aulas numerosas.

Não obstante a sua relevância, a avaliação tem alguns problemas que podem surgir devido ao método de avaliação escolhido, que variam em função do tamanho da turma e do tipo de aula.

Em turmas numerosas, maior parte das vezes, os professores têm menos tempo adedicar à avaliação o que por consequência, observa-se, assim uma diminuição da quantidade de avaliações ou há tendência de se escolher uma avaliação de múltipla escolha o que atenua a pressão do professor e tem um efeito positivo nos alunos.
As discussões actuais que têm surgido a volta da avaliação no contexto escolar questionam se a avaliação produz resultados esperados. Por isso a sensibilidadeda avaliação permite ao professor identificar os alunos que perceberam a matéria dos outros bem como assegurar que o elemento avaliado está directamente associado aos pontos centrais da matéria dada na aula.
Face ao exposto, levanta-se a seguinte questão: Como tornar objectiva avaliação dos alunos em turmas numerosas considerando que os professores que leccionam nestas turmas não tem tempo devidoa acumulação de tarefas?

A avaliação em salas de aulas numerosas
A importância e a complexidade da avaliação, fazem desta um tema pertinente e perfeitamente actual em qualquer debate do fórum educativo.
O conceito de avaliação não está restrito ao campo da educação. Faz parte da vida, do nosso dia a dia, por isso, é uma actividade natural inerente ao próprio ser humano. Nhapulo et all,(2004), citando Valadares e Graça, (1998:34), acrescenta que a avaliação é uma actividade vital do ser humano porque serve para orientar, de forma válida, as decisões individuais e colectivas. Ela é usada de forma sistemática nos mais diversos campos.
Na perspectiva pedagógica, a avaliação deve ser encarada como um processo sistemático e planificado de recolha de informação destinada a formular juízosde valor com base nos quais se tomam determinadas decisões. Por exemplo quando vestimos uma roupa para sair para o trabalho, olhamo-nos ao espelho, procurando saber (fazemos um juízo de valor) se estamos bem com aquela roupa ou mal e em seguida decidimos se saimos assim ou trocamos de roupa.
De acordo com Piletti (1987:190): “Avaliação é um processo contínuo de pesquisas que visa interpretar osconhecimentos, habilidades e atitudes dos alunos, tendo em vista mudanças esperadas no comportamento, propostas nos objetivos educacionais, a fim de que haja condições de decidir sobre alternativas do planejamento do trabalho do professor e da escola como um todo”.

Para Libâneo (1991), a avaliação é uma tarefa didática essencial para o trabalho docente. Por apresentar uma grande complexidade defactores, ela não pode ser resumida a simples realização de provas e atribuição e notas. A mensuração apenas fornece dados quantitativos que devem ser apreciados qualitativamente.

É preciso ter em atenção que, por factores de vária ordem, nem sempre os juízos que fazemos conduzem a uma avaliação correcta da situação. A avaliação tem sido um acto polémico, subjectivo e por vezes cria conflitos.Por isso, é muito importante que se esteja seguro do próprio processo no que se refere ao aluno como objecto de avaliacao, o método de ensino, os materiais utilizados, o desempenho do professor, etc.
Num contexto de turmas numerosas o professor deve estar claro de que existem diferentes niveis de aprendizagem, todos os alunos sabem algo, mas não exactamente sobre as mesmas coisas e nos mesmos...
tracking img