AVALIAÇÃO DE INVESTIMENTOS EM PARTICIPAÇÕES SOCIETÁRIAS

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas: 14 (3346 palavras)
  • Download(s): 0
  • Publicado: 31 de julho de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
AVALIAÇÃO DE INVESTIMENTOS EM
PARTICIPAÇÕES SOCIETÁRIAS
Lei 6.404 /76 - Art. 248
Leis 11.638/07 / 11.941/09
Instrução CVM 247/96
CPC 18 Investimento em Coligada e em Controladas (IAS 28)

NBC TG 18 – Investimento em Coligada e em Controlada
José Hernandez Perez Junior
hernandez@hea.com.br
1

José Hernandez Perez Junior

PATRIMÔNIO DAS EMPRESAS
APLICAÇÕES = BENS E DIREITOS

FONTES= TERCEIROS E PRÓPRIAS

ATIVO

PASSIVO + PL

ATIVO
CIRCULANTE

BENS + DIREITOS

OBRIGAÇÕES

CURTO PRAZO

CURTO PRAZO

LONGO PRAZO
ATIVO
NÃO
CIRCULANTE

INVESTIMENTOS

IMOBILIZADO
INTANGÍVEL

José Hernandez Perez Junior

PASSIVO
CIRCULANTE

OBRIGAÇÕES
LONGO PRAZO

NÃO CIRCULANTE

CAPITAL

PL

RESERVAS

PATRIMÔMIO
LÍQUIDO

RESULTADOS
+ Receitas
(-)Despesas
LUCRO OU PREJUÍZO

PASSIVO

2

Página 1

PATRIMÔNIO DAS EMPRESAS
ATIVO
A
B
C
100 100 100

PASSIVO
A
B
C
70 100 105
PATRIMÔNIO
LÍQUIDO
A
B
C
30
0
(5)

A
B
C
100 100 100

A
B
C
100 100 100
3

José Hernandez Perez Junior

PL - RESULTADO
+ RECEITAS
- (DESPESAS)
= LUCRO
= PREJUÍZO

José Hernandez Perez Junior

2.0XA
5.000
(4.000)

2.0XB5.000
(5.200)

1.000
(200)

4

Página 2

Mutações do PL – Patrimônio Líquido
Integralização de Capital: aporte de capital realizado em dinheiro ou
bens pelos sócios. Aumenta o Capital Social e em contrapartida o
Caixa da Investida
Lucro: diferença positiva entre receitas e despesas.
Prejuízo: diferença negativa entre receitas e despesas.
Reserva: retenção de lucros para determinadasfinalidades futuras,
tais como, reinvestimentos, fortalecimento do capital de giro.
Dividendos: distribuição de lucros aos sócios proporcionalmente à
participação percentual de cada um no capital social.
Capitalização de Reservas: aporte de capital realizado com reservas
decorrentes de lucros realizados em períodos anteriores e que
foram retidos em reservas. Aumenta o Capital Social ediminui as
Reservas. Não há movimentação financeira nem alteração no total
do PL.
5

José Hernandez Perez Junior

DMPL – DEMONSTRAÇÃO DAS MUTAÇÕES DO PATRIMÔNIO LÍQUIDO
CAPITAL
INICIAL 2.0XA
INTEGRALIZAÇÃO

0

RESERVAS

0

0
10.000

2.000
200

DIVIDENDOS

10.000

200

150

2.000

(200)

0

(1.800)

RESERVA

(1.800)

0

10.200

(150)

CAPITALIZAÇÃOINTEGRALIZAÇÃO

0

3.000

3.000

PREJUÍZO 2.0XB
FINAL 2.0XB

TOTAL

0

10.000

LUCRO 2.0XA

FINAL 2.0XA

RESULTADO

(200)
13.150

José Hernandez Perez Junior

50

(200)

(200)

13.000
6

Página 3

ATIVO NÃO CIRCULANTE
INVESTIMENTOS
PARTICIPAÇÕES SOCIETÁRIAS
PROPRIEDADES PARA INVESTIMENTOS
BENS PARA RENDA
TERRENOS PARA FUTURA EXPANSÃO
José Hernandez PerezJunior

7

INVESTIMENTOS EM PARTICIPAÇÕES SOCIETÁRIAS

APLICAÇÕES DE RECURSOS QUE DETERMINADA
EMPRESA (INVESTIDORA) FAZ NA OBTENÇÃO DE
AÇÕES OU COTAS DE OUTRAS EMPRESAS
(INVESTIDAS) COM O OBJETIVO DE:
GARANTIR ATIVIDADE COMPLEMENTAR
GARANTIR FORNECIMENTO DE MATÉRIA PRIMA,
TECNOLOGIA, ETC...
AUMENTAR PARTICIPAÇÃO NO MERCADO
MANTER CLIENTE ESTRATÉGICO
SINERGIA OPERACIONAL
JoséHernandez Perez Junior

8

Página 4

Sociedades de responsabilidade limitada

Sócios não respondem pelas obrigações
assumidas pela empresa, com algumas
exceções legais.

Constituição Societária
Sociedade por cotas (quotas) de
Responsabilidade Limitada = Ltda.
Sociedade por Ações = S.A.
José Hernandez Perez Junior

9

Sociedade Limitada









Capital social divididoem cotas ou quotas
os sócios entram na sociedade assumindo obrigação de injetar uma
quantidade pecuniária para que a empresa possa exercer a sua
atividade.
é mais importante a figura dos sócios do que a do dinheiro (affectio
societatis).
é quase como um casamento entre pessoas, só que, em vez de se
ter como objetivo a constituição de uma família, a finalidade é de
gerenciar um negócio....
tracking img