Avaliação de desempenho 180º graus

Avaliação de desempenho 180º graus

Pode auxiliar no desenvolvimento daqueles profissionais que se espera ter no futuro.
A avaliação 180º graus prevê auto-avaliação, avaliação do gestor(avaliando o subordinado)e consenso feedback. Depois de lançar as notas em consenso com seu subordinado, cada gestor deve preencher também o plano de ação para o desenvolvimento do colaborador.
É um modelode avaliação em que o avaliado e focado apenas por seus superiores.
A primeira etapa para montar uma avaliação de desempenho é saber o objetivo que se quer atingir com essa nova ferramenta. A empresatem que entender porque ela precisa da avaliação e o que essa ferramenta pode agregar. O melhor caminho é olhar qual a estratégia da organização, qual a posição que ela ocupa no mercado; o que elaquer fazer para crescer; para onde ela quer ir; que tipo de profissional ela quer ter, reter e desenvolver; como ela quer desenvolver essas pessoas; como ela pode trabalhar a avaliação de desempenhodo profissional dentro da cultura da empresa, entre outros fatores. Depois de verificadas todas essas premissas, a empresa pode começar a desenvolver um modelo de avaliação, identificando dentro dassuas estratégias o que tem que ser analisado e qual a melhor forma de fazer essa avaliação, que pode ser um modelo simples ou algo mais sofisticado.
Outro aspecto a se pensar é quem serão as pessoasavaliadas e os avaliadores. A maioria das empresas costuma utilizar um método mais simples, que é o gestor avaliando o subordinado e a autoavaliação, um método chamado “Avaliação 180º”. Mas muitasoutras empresas já têm utilizado a “Avaliação 360º”, que é mais ampla e complexa, porque quem avalia o colaborador são: o seu gestor imediato, seus pares, seus subordinados, às vezes clientes externose a própria pessoa. “É um método que exige maior maturidade dentro das empresas e não é toda organização que tem essa cultura do feedback múltiplo”, explica a consultora da Caliper, Bruna Veiga. E...