Avaliação da função cognitiva da aprendizagem em crianças com distúrbios obstrutivos do sono

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (474 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de outubro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
A pesquisa de Bruni et al. (2006) examinou as relações entre os progressos acadêmicos, sono, temperamento e os dados demográfico-históricos em crianças em idade escolar.
O método utilizado foi o deprofessores requererem aos estudantes para preencher um questionário de temperamento do professor e um formulário para desempenho escolar, enquanto as mães preencheram um formuláriodemográfico-histórico e a escala de distúrbio do sono para crianças (SDSC), um questionário de 26 itens que consistia de 6 fatores:
- dificuldade de iniciar e manter o sono (DIMS);
- desordens de respiração no sono(SBD);
- desordens de alerta (DA);
- desordens de transição sono-acordar (SWTD);
- desordens de sonolência excessiva (DOES);
- hiperhidrose de sono (SHY).
De uma amostragem de 380 crianças deescola, 264 (70%) eram adequadas para a analise (141 meninos e 123 meninas com idade entre 8 e 11 anos e idade média de 9,6 anos). Foi então elaborado um índice de desempenho escolar (SAI),considerando 4 itens (habilidade de leitura, compreensão da leitura, matemática, habilidade executiva) do formulário do professor para o rendimento escolar.
Os resultados mostraram que a média SAI para aamostragem total foi de 11,1 (SDZ2.8). Encontrou-se uma diferença entre os sexos: meninas tiveram SAI maior que os meninos. A análise do formulário demográfico-histórico mostrou que apenas 2 fatorespareceram afetar a pontuação SAI: a incontinência urinária e o baixo nível educacional da mãe.
O padrão de correlações mostrou que:
(a) o SAI foi negativamente relacionado com a pontuação SDSC total, emparticular com os sub-fatores DIMS e DOES, e
(b) o SAI foi significativamente e positivamente correlacionado com os tratos temperamentais de orientação de objetivos e flexibilidade pessoal-social.Uma análise de regressão escalonada múltipla mostrou que o os tratos temperamentais de orientação de objetivos e flexibilidade pessoal-social são os fatores mais previsíveis para o SAI enquanto...
tracking img