Automedicação

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas: 9 (2239 palavras)
  • Download(s): 0
  • Publicado: 29 de maio de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
1. Introdução

A automedicação é um ato praticado, desde o início da historia da humanidade. Nas diversas etapas da evolução histórica, todas as civilizações buscavam o alivio e a cura doa doenças, através de uma variedade de recursos terapêuticos.
A automedicação é a condição em que o paciente toma, por sua iniciativa, medicamentos não prescritos por médicos, portanto sem indicação ousupervisão médica.Mesmo que os medicamentos usados sejam de venda livre(sem receita), não são sempre isentos de riscos o que depende da adequação, da posologia, da duração do tratamento e das eventuais contra indicações, peculiares a cada indivíduo e seu estado de saúde.
A automedicação pode ser definida também como um procedimento caracterizado pela iniciativa de um doente, ou de seu responsável, emobter ou produzir e utilizar um produto que acredita que lhe trará benefícios no tratamento de doenças ou alívio de sintomas.

2. Objetivos

Alertar a população sobre os riscos da automedicação,informando os potências efeitos colaterais da má administração de alguns grupos de medicamentos e o risco que podem causar.

3. Desenvolvimento

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária(ANVISA), preocupada com o uso indiscriminado de antibióticos, baixou uma portaria publicada no Diário Oficial da União no dia 26 de outubro de 2010, proibindo a venda de antibióticos, sem apresentação de receita médica; desde o dia 28 de novembro de 2010, as farmácias serão obrigadas a reter estas receitas e fazer o controle do estoque, o que tornou os antibióticos, medicamentos controlados.O uso indiscriminado de antibióticos leva a formação das chamadas cepas de bactérias super-resistentes (que não são inibidas ou mortas mesmo por antibióticos de última geração), levando a internação hospitalar por longos períodos, e doenças de cura muito difícil, com altos índices de pacientes indo a óbito. As principais mudanças que esta nova legislação impõe são: o profissional médico oudentista deverá prescrever em receituário de controle especial em duas vias onde é identificado o paciente e o medicamento prescrito; a primeira via é retida na farmácia; o prazo da validade da receita é de apenas 10 (dez) dias (diferente dos outros medicamentos controlados que são de 30 (trinta) dias, devem constar na embalagem externa os seguintes dizeres: “Venda sob prescrição médica – Só pode servendido com retenção de receita”. Desde o dia 26 de novembro de 2010 as farmácias estão obrigadas a reter estas receitas, portanto, se alguma farmácia estiver fornecendo antibióticos, sem apresentação de receita médica, estará cometendo uma infração sanitária. Citaria a seguir os principais motivos que levam as pessoas a se automedicar: infecções de pele, cefaléia (dor de cabeça), dispepsia(má digestão), infecção respiratória, dor músculo-esquelético, suplementos vitamínicos, problemas cardíacos, alergias, diarréia, cólicas, perda de apetite, cansaço, insônia, etc. Um sério problema relacionado à automedicação é a chamada interação medicamentosa, ou seja, muitas vezes as pessoas tomam mais de um tipo de medicamento, sem orientação de um profissional habilitado, o que emdeterminados casos, pode no organismo inibirem a ação um do outro ou em muitas vezes aumentando o efeito do medicamento, trazendo riscos a saúde, o problema da auto medicação é agravado devido a influência da legislação vigente, ausência de farmacêuticos em muitas farmácias, fiscalização ineficiente, falta de informação da população, falta de um sistema de saúde que possibilite atendimento médico gratuito ecom qualidade, poucos investimentos dos governantes em saúde pública e falta de recursos financeiros da população em geral. Todas estas questões induzem a automedicação.
No Brasil, de acordo com a Associação Brasileira das Indústrias Farmacêuticas (ABIFARMA),cerca de 80 milhões de pessoas são adeptas da automedicação, devido à má qualidade da oferta de medicamentos nos postos de saúde, o...
tracking img