Autocracia burgues

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1904 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 29 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
A SIGNIFICAÇÃO DO GOLPE DE ABRIL.
Há quarenta anos, na noite do dia 31 de março de 1964, uma insurreição militar depôs João Goulart, democraticamente eleito vice-presidente da República e nomeado presidente 31 meses antes depois da renúncia de Jânio Quadros. Na manhã do dia 1º de abril, o cronômetro da história começa a marcar os 21 anos que durariam a ditadura militar no Brasil. A partir dehoje, 29 de março de 2004, a Radiobrás une esforços de seu sistema de TV, rádio e agência para colocar à disposição da população brasileira um conjunto de depoimentos especiais sobre esse momento decisivo da história do país.Entre os relatos registrados pelas equipe de reportagem da Radiobrás, gente que estava no centro do furacão que se abateu sobre João Goulart, como Waldir Pires, em 1964,Consultor Geral da República, hoje ministro Chefe da Controladoria Geral da República, Almino Affonso, então ministro do Trabalho, hoje advogado e membro do Conselho da República, e Jarbas Passarinho, então chefe do Estado Maior do Comando Militar da Amazônia, hoje aposentado, assessor da Confederação Nacional da Indústria. Na capital federal, outros acompanharam de perto os acontecimentos confusos deentão, procurando orientar-se em meio à borrasca. Estavam ali José Sarney, então deputado federal pela União Democrática Nacional, hoje senador do Maranhão pelo Partido do Movimento Democrático Brasileiro, presidente do Congresso Nacional, e Aldo Arantes, então funcionário da Superintendência do Plano de Reforma Agrária, hoje secretário do Programa do Ensino Profissional, no Ministério daEducação.Outros foram arrastados já pelos primeiros ventos do golpe, que em 64 sopraram mais forte no Nordeste, onde a luta pela terra assustava os conservadores. Miguel Arraes, então governador do estado de Pernambuco, hoje presidente nacional do Partido Socialista Brasileiro e deputado federal, foi preso logo após a derrubada de Goulart, assim como Clodomir de Moraes, então militante das Ligas Camponesas emPernambuco, hoje professor aposentado da Universidade de Rondônia.
No Centro-Sul do país, entre os alvos da repressão imediata estiveram os estudantes, como José Serra, então presidente da União Nacional dos Estudantes, hoje presidente nacional do Partido da Social Democracia Brasileira. Mais tarde, a ausência de perspectivas de debate político levaria à resistência armada brasileiros comoFranklin Martins, em 1964 estagiário da agência de notícias Interpress, hoje comentarista político e diretor da sucursal de Brasília da Rede Globo de TV. Qualquer um com envolvimento nos movimentos sociais estava ameaçado, como conta Clara Charff, então militante feminista no Rio de Janeiro, hoje assessora do Partido dos Trabalhadores em São Paulo.Instituições como a Igreja Católica apoiaram o golpe numprimeiro momento, mas, com o avanço do totalitarismo militar, passaram a se dividir sobre o regime, como conta Frei Betto, então estudante de Jornalismo, hoje frade dominicano, escritor e assessor especial da Presidência da República.À interrupção do fluxo democrático somou-se o ataque às então frutíferas articulações entre os movimentos sociais e culturais, na narração de Gilberto Gil, entãosecretário de Cultura do Centro Acadêmico da Escola de Administração da Universidade da Bahia, hoje ministro da Cultura. O planejamento democrático desenvolvido pela equipe de Celso Furtado foi substituído pelo autoritarismo, como analisa Maria da Conceição Tavares, então funcionária do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social, hoje economista, professora das universidades do Rio deJaneiro e de Campinas, assessora do Partido dos Trabalhadores no Senado.Às universidades, a tempestade ainda custou a chegar em São Paulo, onde estava Paul Singer, então professor da Universidade de São Paulo, hoje secretário Nacional de Economia Solidária, no Ministério do Trabalho. Em Brasília, ela veio antes, e atingiu o trabalho de gente como Sepúlveda Pertence, então professor da Universidade...
tracking img