Auto medicaçao de fitoterapicos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1547 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 8 de abril de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Automedicação de fitoterápicos

Fitoterapia é uma palavra derivada do grego e significa cura pelas plantas, ou seja, é a ciência que utiliza as plantas para o tratamento e prevenção de várias doenças. Ocorre muita confusão sobre o que é realmente um fitoterápico. Convencionou-se que toda planta que possua propriedades terapêuticas pode se valer desse termo, mas apenas aqueles submetidos atestes clínicos e aprovados pelo Ministério da Saúde podem ser considerados medicamentos fitoterápicos, ou fitomedicamentos. Os produtos que não passaram por essa aprovação são considerados complementos alimentares - classificação onde se encontra a maioria das cápsulas naturais e todos os chás - e não podem conter em suas embalagens indicações terapêuticas.
O Brasil já abarca US$ 550 milhõesdesse segmento, com previsão de dobrar esse valor até 2010. O mercado sofre um crescimento anual de cerca de 10%, movimentando principalmente a indústria de importação, já que grande parte da matéria prima utilizada em nossos fitoterápicos provém dos continentes Europeu e Asiático. Hoje os fitoterápicos representam cerca de 15% do capital da indústria farmacêutica mundial, e avança em direção aotratamento de doenças sérias, como vitiligo, psoríase e Aids. Cerca de 40% dos medicamentos existentes no mercado são obtidos de forma direta ou indireta de fontes naturais, sendo que 20% das plantas com substâncias medicinais conhecidas estão no Brasil.
Quando utilizados de maneira inadequada, os fitoterápicos apresentam efeitos terapêuticos, as vezes, superiores aos dos medicamentosconvencionais, com efeitos colaterais minimizados. Porém, a utilização inadequada, como a automedicação pode trazer uma série de efeitos colaterais. Entre os principais problemas causado por seu uso indiscriminado e prolongado, estão: as reações alérgicas, os efeitos tóxicos graves em vários órgãos e mesmo o desenvolvimento de certos tipos de câncer. Além disso, automedicação é um grande problema porquemuitas pessoas utilizam plantas que crescem nos próprios quintais, coletam em terrenos baldios, florestas ou compram de vendedores nas ruas. Eventualmente, essas plantas são confundidas com outras que possuem características semelhantes, como o mesmo tipo de folhas, flores, frutos, caules e raízes. As pessoas que se automedicam também desconhecem que a quantidade de princípios ativos pode variar deacordo com a idade da planta, época da colheita, tipo de solo, parte utilizada e condições de estocagem; e as plantas que crescem muito próximas a rodovias apresentam concentração elevada de metais como, chumbo, zinco, alumínio, entre outros, cujos efeitos podem ser indesejáveis.
O intenso apelo comercial advindo do forte movimento cultural dos naturalistas aqueceu, em todo o mundo, oconsumo de plantas medicinais. Entretanto, não há respeito aos limites de uso dos fitoterápicos, não se fornecem informações sobre efeitos colaterais, e o consumo de plantas, do modo como vem sendo feito, representa cada vez mais um risco para a saúde humana. Estudos multidisciplinares, associando fitoquímicos e farmacólogos, tornam-se cada vez mais importantes para a definição dos potenciaisterapêuticos e tóxicos de extratos vegetais.

Casos clínicos de automedicação
Um exemplo marcante sobre efeito tóxico de plantas medicinais no Brasil esta relacionado ao uso de confrei. No inicio dos anos 80 foi amplamente divulgado na imprensa que esta planta teria fantásticas propriedades terapêuticas para uma série de doenças, incluindo a leucemia até o câncer. A partir daí, muitaspessoas passaram a ingerir o suco de “confrei’’ (folhas com água batidas no liquidificador). Estudos toxicológicos posteriores mostraram que essa planta possuía alcalóides pirrolizidínicos, substancias causadoras de necrose centro-lobular, levando a lesões hepáticas graves. Hoje a OMS condena seu uso interno, sendo usado apenas externamente de aplicação tópica devida a seu alto poder cicatrizante....
tracking img