Autismo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1840 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de maio de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
INTRODUÇÃO

Durante a década de 40, os cientistas tem se esforçado para descobrir a causa do autismo, embora não haja a cura, muito tem evoluído a esse respeito. Essa patologia a principio era vista como uma deficiência biológica no contato afetivo, Leo Kanner (1894-1981) defendia a idéia que os autistas eram o resultado de maus pais, a famosa “mãe-geladeira”, distante e fria o que fez com quemuitas mães sofressem muito com isso sentindo-se culpadas. Enquanto Hans Asperger (1906-1980) propunha ser um erro inato, congênito, semelhante a um defeito físico ou mental. A doença só passou a ser vista como orgânica pela maioria dos médicos nos anos 60 e até os dias atuais não se encontra uma causa especifica sobre esse caso, mas sabe-se que embora sejam desconhecidas há um consenso entre ospesquisadores da existência de um componente genético na origem do autismo, além de ter influência ambiental. Nesta existem duas teorias que explicam esse caso, são anatômico e psicológico. Quanto aos sintomas existem três em especial que são: prejuízo grave do desenvolvimento de interações sociais recíprocas, prejuízo grave do desenvolvimento da comunicação, não só da linguagem falada, mas tambémexpressões faciais, gestos e postura corporal. Quando fala-se a respeito dos tratamentos para essa patologia tem que entender que as pessoas são diferentes uma das outras, ou seja, apresentam sintomas e deficiências diferentes com isso tem também tratamentos diferentes e deve ser individualizado.

Foi nos anos 40 que pela primeira vez foi descrito pelo médico austríaco Leo Kanner, trabalhando noJohns Hopkins Hospital, em seu artigo Autistic disturbance of affective contact, na revista Nervous Child, vol. 2, p. 217-250. No mesmo ano, o também austríaco Hans Asperger descreveu, em sua tese de doutorado, a psicopatia autista da infância. Embora ambos fossem austríacos, devido à segunda Guerra Mundial não se conheciam. Só em 70, que o trabalho de Asperger veio a ser conhecido através damédica inglesa Lorna Wing que traduziu seu trabalho para o inglês. Foi a partir daí que um tipo de autismo de alto desempenho passou a ser denominado síndrome de Asperger.

O autismo é descrito como uma síndrome comportamental com causas múltiplas, decorrente de um distúrbio de desenvolvimento. É caracterizado por déficit na interação Social, ou seja, inabilidade para se relacionar com o outro,usualmente combinado com déficit de linguagem e alterações de comportamento. Os sinais e sintomas aparecem antes dos 3 anos de idade e, em cada 10.000 crianças, de quatro a cinco apresentam a doença, com predomínio em indivíduos do sexo masculino. As causas do autismo são desconhecidas mas diversas doenças neurológicas e\ou genética foram descritas com sintomas do autismo. Problemas cromossômicos,gênicos, metabólicos e mesmo doenças transmitidas|adquiridas durante a gestação, durante ou após o parto, podem estar associados diretamente ao autismo. Entre 75 a 80% das crianças autistas apresentam algum grau de retardo mental, que pode estar relacionado aos mais diversos fatores biológicos. Portanto, a evidência de que o autismo tem suas causas em fatores biológicos é indiscutível, fazendo-nosreconsiderar a idéia inicial de ligarmos o quadro de autismo a alterações nas primeiras relações mãe-filho.

Podemos listar uma série de doenças das mais diferentes ordens envolvidas nos quadros autísticos: infecções pré- natais- rubéola congênita, sífilis congênita, toxoplasmose, citomegaloviroses; Hipóxia neo- natal ( deficiência de oxigênio no cérebro durante o parto); infecções pós-natais-herpes simpex; Déficits sensoriais- dificuldade visual (degeneração de retina) ou diminuição da audição (hipoacusia) intensa; Espasmos infantis- síndrome de West; Doenças degenerativas- Doença de Tay- Sachs; Doenças gênicas- fenilcetonúria, esclerose tuberosa, neurofibromatose, síndromes de cornélia de Lange, Willians, Moebius, Mucopolissacaridoses, Zunich; Alterações cromossômicas- Síndrome de...
tracking img