Aula

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1107 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 5 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Há 25 anos registrando a evolução educacional (Edição 262 Agosto 2012) | | | |
Opinião - Opinião do Jornal |
Escrito por Maria Goreti Gomes |
06-Set-2012 |


Há 25 anos o Jornal da Educação iniciava sua circulação nas escolas de Joinville. Com a missão de promover, por meio da divulgação das atividades pedagógicas de sucesso, a troca de experiências entre os professores.Em meados de2011, com a aquisição do ISSN, ganhou registro de publicação científica e passará, nos próximos meses, a divulgar a produção científica, inicialmente em sua página da internet. A publicação de artigos científicos transformará ainda mais o veículo que ainda hoje, mais de duas décadas após sua fundação, mantem-se como único veículo de comunicação totalmente segmentado em educação no estado de SantaCatarina.E, o objetivo de criar uma cultura de divulgação das boas ações aplicadas à educação, continua a nortear as ações e reportagens publicadas mensalmente.Muito já se tem avançado, mas os professores precisam ser mais proativos e fazer contato com o Jornal da Educação para divulgar todas as fases de desenvolvimento de seus projetos pedagógicos.Ao esquecerem de informar, durante o processo dedesenvolvimento, perdem a oportunidade, por um lado, de ver seu trabalho reconhecido e por outro, de contribuir para melhorar o fazer pedagógico de seus colegas, o que resultaria na melhoria da qualidade de ensino oferecido à sociedade catarinense.O jornal, por iniciativa de professores preocupados com sua formação, nasceu para publicar boas notícias sobre ações e eventos educacionais. De algumaforma, na contra mão da grande imprensa que sobrevive especialmente de notícias desagradáveis. Assim, com um enfoque editorial diferenciado, a publicação foi o primeiro veículo de comunicação para professor da região, e continua sozinho no mercado.Infelizmente, as notícias negativas também fazem parte da história do Jornal da Educação, até porque as escolas não são ilhas e a sociedade também mudou,tornando-se mais violenta. Mas, o jornal que nasceu para ser somente para os professores de Joinville chegou a circular em 34 municípios catarinenses em sua versão impressa e, em abril de 2001, ganhou o mundo, por meio da internet.Desde o início deste mês de aniversário, a página do JE (www.jornaldaeducacao.inf.br) está sendo constantemente atualizada e agora ganhou uma versão para o Facebook.Emagosto de 1987, a reportagem de capa era sobre a luta dos professores da rede estadual pela implantação do Plano de Carreira do Magistério, notícia que seria publicada no início da década de 1990. Ironicamente, a capa da edição de março deste ano, trazia a notícia de que os professores da rede estadual lutam pelo Plano de Carreira novamente.Ou seja, as notícias de educação, assim como as de moda,se repetem de tempos em tempo. Semelhantes a uma roda d’água que retorna ao mesmo ponto para captar novas águas que a movam, são as lutas dos professores.Nas páginas das 262 edições, os professores puderam se informar sobre a nova LDB e os Parâmetros Curriculares Nacionais, a universalização do ensino fundamental no Brasil e o crescimento da procura e da oferta de vagas na educação infantil e noensino médio, que deverão ser universalizados nos próximos anos.O JE participou das discussões para a criação dos conselhos tutelares, idealizou e ajudou a realizar doze edições do Congresso Sul Brasileiro da Qualidade na Educação, cinco edições do Congresso do Cone Sul de Educação e onze edições da feira de produtos educacionais e o Congresso de Gestores Educacionais de Santa Catarina, realizadosem Joinville de 1994 a 2007.A população soube da migração das creches e pré-escolas da área de assistência social para a de educação. Da municipalização abrupta, em alguns casos, e gradativa do ensino fundamental e da educação infantil. Acompanhou as discussões da ampliação da educação básica obrigatória que incluiu a educação infantil e o ensino médio como níveis obrigatórios de ensino até...
tracking img