Aula tema 9

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2017 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 6 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
 

Aula-tema 9: evolução dos indicadores de ciência, tecnologia e inovação nos BRIC
Essa aula tratará da análise e comparação dos indicadores de Ciência, Tecnologia e Inovação nos BRIC. Vimos nas aulas-tema 1 e 2 que a inovação tecnológica foi colocada como fator vital para o crescimento e desenvolvimento dos países. O Projeto Econômico para a América Latina colocava esse tema como primordialpara o desenvolvimento com equidade. Nessa aula vamos discutir como os Países do BRIC estão tratando o tema e como isso pode contribuir para o crescimento econômico dos países do grupo a longo prazo.
Como ressaltamos acima, o progresso tecnológico é um dos principais determinantes do desenvolvimento econômico, a longo prazo. Logo, é imperativo conhecer o processo gerador e difusor de tecnologia,bem como, saber se existem políticas públicas para as áreas de Ciência, Tecnologia e Inovação (C,T&I). Assim, esse texto faz um panorama sobre os principais indicadores de C,T&I de Brasil, Rússia, Índia e China (BRIC), ressaltando os principais avanços que cada país vem realizando nos últimos anos e suas perspectivas
De acordo com a Tabela 1, temos a evolução do indicador mais usual deC,T&I, que são os gastos domésticos com Pesquisa e Desenvolvimento (P&D). Dentre os países que compõem o BRIC, a China apresentou o maior percentual em relação ao PIB, tendo uma tendência de crescimento no período. A Índia, por sua vez, ficou com o menor valor e teve tendência de queda. O Brasil apresentou poucas oscilações, ficando em torno de 1,0 % do PIB.
Na Tabela 1, também, pode-severificar que há dois grupos: os que apresentaram aumento de gastos em P&D e os que reduziram. A China apresentou um grande aumento na participação, seguida pelo Brasil, ainda que com um crescimento mais moderado. Rússia e Índia mantiveram percentuais relativamente estáveis.

A evolução nos indicadores de C,T&I é um esforço conjunto entre as esferas pública e privada de cada país. Cabe entãouma análise sobre a distribuição dos gastos em P&D nos diversos setores de atuação do BRIC, sumarizada pela Tabela 2. Deve-se destacar que Índia e Brasil têm os maiores percentuais de gastos por parte do governo e das instituições de ensino e pesquisa, enquanto nos demais, o maior percentual dos gastos fica a cargo do setor privado.

A Figura 1 detalha os gastos em P&D privados nos BRIC. AÍndia foi o único país que mostrou decréscimo durante todo o período. Comparando o BRIC com outro país em desenvolvimento como o México, constata-se que as empresas mexicanas apresentaram uma trajetória de constante crescimento tal como Brasil e China, ainda que em magnitude inferior.

Na Tabela 3 pode-se fazer uma análise mais apurada para o caso brasileiro. O crescimento dos gastosempresariais em C&T privados e estatais cresceram simultaneamente entre 2000 e 2007, sendo que o primeiro mantém a liderança.

Outro indicador relevante é relacionado ao capital humano, que mensura o número de pesquisadores por mil habitantes nos países, como pode ser visto na Tabela 4. A Rússia é o país com o maior número de pesquisadores por mil habitantes, fruto da era soviética de pesquisa militar.Dentre os demais BRIC, a China está crescendo a taxas elevadas e o Brasil está estagnado em torno de 1 pesquisador por mil habitantes.
Ademais, vale ressaltar também o número de artigos publicados em periódicos científicos, um indicador do desempenho científico do país. Entre 1981 e 2006 o número de artigos publicados cresceu significativamente na maioria dos países; todavia, em 2006, têm-sealterações importantes. A Rússia apresentou uma redução de 12% do número de artigos e, em sentido oposto, a China salta da última posição para a liderança do grupo devido a um crescimento avassalador, acima de 4.000 %. Em relação ao Brasil, este apresentou um crescimento significativo, de quase 800%, entretanto não foi suficiente para alcançar a Índia, que apresentou um desempenho abaixo de 10% de...
tracking img