Aula de lubrificação industrial

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1201 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 1 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
A UU AL A L

45 Lubrificação I
A

45

A

extrusora de plástico de uma empresa começou a apresentar funcionamento irregular. Depois de examiná-la, um funcionário descobriu que ela estava com o mancal danificado. O supervisor quis saber a causa do problema. - Bem, - disse o funcionário - a causa é a falta de lubrificação. O supervisor procurou o responsável pela lubrificação e verificouque ele não estava lubrificando as máquinas nos períodos certos. Esse fato salienta a importância da lubrificação de máquinas em períodos regulares e com lubrificantes adequados. Nesta aula, estudaremos as propriedades dos lubrificantes e como fazer a lubrificação.

Introdução

Propriedades dos lubrificantes
A escolha correta de lubrificantes deve levar em consideração suas principaispropriedades: poder adesivo (aderência), viscosidade (coesão), ausência de ácidos, pureza química, resistência ao envelhecimento, pontos de inflamação e de congelamento aparente e pureza mecânica. Vamos analisar cada uma dessas características.

Aderência Para que possa ser arrastado e comprimido no espaço intermediário entre as peças, o lubrificante deve aderir às superfícies deslizantes. Umlubrificante de pouca aderência não consegue entrar no espaço inter-peças devido à resistência que as peças oferecem à sua entrada. Sem aderência, o lubrificante se solta e ocorre atrito entre as peças.

Viscosidade A viscosidade do lubrificante é necessária para evitar o rompimento da camada aderida às superfícies deslizantes; senão, seria impossível a formação de uma película contínua e resistente delubrificante.

A U L A

45
Graus Engler são valores relativos que indicam a proporção entre o tempo requerido por uma determinada quantidade de lubrificante para fluir através de um tubo com certas dimensões.

O nível de atrito fluido depende da viscosidade, ou seja, da resistência da camada lubrificante. A viscosidade é, portanto, uma forma de resistência ao atrito em um deslizamento fluido.O lubrificante não deve ser excessivamente viscoso, para evitar perdas por atrito; nem muito pouco viscoso, porque a resistência mecânica seria muito pouca. No caso de grandes cargas, por exemplo, em vez de atrito fluido, ocorre atrito misto. De qualquer forma, a viscosidade de um lubrificante não é constante; depende estritamente da temperatura. A uma temperatura elevada, deve corresponder umlubrificante com menos viscosidade. Assim, é muito importante conhecer a temperatura de trabalho para a seleção adequada do lubrificante. No comércio, a viscosidade se mede em graus Engler obtida pelo aparelho Engler, chamado viscosímetro viscosímetro.

Temperatura em graus Celsius Viscosidade dinâmica em kg · s/m2 Viscosidade em Engler

Viscosidade de diferentes lubrificantes em função datemperatura. Observe que o aumento da temperatura diminui a viscosidade do lubrificante.

Ausência de ácidos Um bom lubrificante deve estar livre de ácidos orgânicos procedentes da mistura de graxas vegetais e de graxas minerais, que são resíduos do refinamento.

Pureza química O lubrificante deve estar livre de álcalis, asfaltos, resinas e parafinas.

Resistência ao envelhecimento Um bomlubrificante não varia sua composição química mesmo depois de uso prolongado. Além disso, um bom lubrificante não se oxida, não fica resinoso nem espesso. Em contato com água, não deve formar emulsão.

A U L A

45

Ponto de inflamação O ponto de inflamação de um lubrificante corresponde à temperatura em que os vapores de óleo se desprendem numa tal quantidade que formam uma mistura explosiva de are vapor de óleo. Por isso, o ponto de inflamação tem especial importância nos lubrificantes de máquinas ou mecanismos que trabalham com elevadas temperaturas, como cilindros de vapor, motores de combustão e compressores.

Ponto de congelamento O ponto de congelamento aparente é a temperatura abaixo da qual o lubrificante se torna tão rígido que é incapaz de fluir, por seu próprio peso,...
tracking img