Aula 7 Gasometria arterial

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1148 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de agosto de 2015
Ler documento completo
Amostra do texto
GASOMETRIA ARTERI
AL

Priscila Figueiredo
priscila_fss@hotmail.com

Porque sangue
arterial?

Indicações
●AVM / VNI / OXIGENIOTERAPIA
●Pneumopatas ( DPOC, asma, SARA, TEP)
●TCE, TRM, POLITRAUMA, TRAUMA TORACICO
●Intoxicaçao exógena
●pós-operatórios

Contra-indicações
●Infecção no local da punção
●Cirurgia no local da punção
●Anomalias arteriais locais
●Circulação colateral inadequada

Técnica●Heparinização da seringa ( 0, 2 mL)
●Informar procedimento ao paciente ( Se consciente)
●Assepsia
●Coleta da amostra
●Compressão do local da amostra

Coleta de sangue
●Artéria radial
○ Mais superficial
○ Circulação colateral (Manobra de Allen)
○ Procedimento relativamente indolor
○ Outros locais apresentam mais riscos

MANOBRA DE ALLEN

Gasometria arterial
● O intercambio é um processo dinâmico●Medição em 10` caso contrário refrigerar 30`
●Obter amostra durante estado de repouso
●A coleta também pode ser realizada:
○ Artéria braquial
○ Artéria femoral
○ Artéria radial
○ Artéria tibial anterior

Itens que devem ser observados no momento da coleta
●FiO2 ou fluxo de O2
●Retorno de sangue pulsátil
●Presença de bolhas de ar
●FR, T, VC, HB, SPO2

Erros analíticos associados com o
sanguearterial
●Ar na amostra
●Mistura venosa
●Anticoagulante em excesso
●Técnica incorreta
●Manutenção / Calibração inadequada
●Punção venosa

Complicações
●Dor
●Sangramento / Hematoma
●Trombose / espasmo arterial (isquemia)
●Infecção
●Lesão nervosa
●Reação vaso-vagal

Parâmetros avaliados
●pH= 7, 35 - 7, 45
●PaO2= 80 - 100mmHg
●PaCO2= 35 - 45 mmHg
●BE= -2 a +2
●HCO3= 22 -30mEq
●SaO2= +-95%

Equilíbrioacidobásico
Pulmões e rins

Equilibrio
acidobásico



O pulmões são responsáveis pela
dissipação de cerca de 13.000mEq de
ácido carbônico por dia
• Os rins adicionam no plasma cerca de
100mEq de ácidos fixos (H+)
Patologias que interfiram na ventilação
alveolar ou no metabolismo podem
determinar a ocorrência de desequilibrio
acidobásico

Avaliando a gasometria – pH
( potencial hidrogeniônico)Acidose

pH normal
=
7,35 a 7,45

Alcalose

• Tanto a alcalose como a acidose podem
originar-se de alterações ventilatórias e/ou
metabólicas denominando acidose e alcalose
respiratória
ou
acidose
e
alcalose
metabólica.

Avaliando a gasometria – PaO2
( Pressão parcial de O2 no sangue
arterial
• Varia de acordo com a idade
○ Fórmula de Sorbini:
PaO2 = 109 - ( 0.43 × idade) +-4
Obs.: Posiçãoortostatica
○ PaO2 ideal: 104, 2 -(0, 27 × idade)
○ PaO2 ideal: 102 - (idade/3)
Obs.: Em sedestaçao
• Niveis de hipoxemia
•60 – 70 = hipoxemia leve
• 40 – 50 = hipoxemia moderada
• < 40 = hipoxemia grave

Avaliando a gasometria – PaO2
( Pressão parcial de O2 no sangue
arterial
PaO2 (conhecida) = PaO2 (desejada)
FiO2 (conhecida) FiO2 (desejada)
ou
FiO2 (desejada) = PaO2 (desejada) x FiO2
(conhecida)
PaO2(conhecida)
Aplicação: indica a melhor fração inspirado
de oxigênio para o
paciente.

Avaliando a gasometria – PaCO2
( Pressão parcial de CO2 no sangue
arterial

• Ácido. Valor normal = 35 a 45 mmHg
• Correlacionar com valores fracionados de pH (
7,35 a 7,45) para memorização
PaCO2 (conhecida) x FR (conhecida) = PaCO2
(desejada) x FR
(desejada)
ou
FR (desejada) = PaCO2 (conhecida) x FR (conhecida)PaCO2 (desejada)
Aplicação: indica a melhor freqüência
respiratória para correção da
pressão parcial de gás carbônico (PaCO2).

Avaliando a gasometria – HCO3
( Bicarbonato)
• Base.
• Valor normal = 20 a 30 mEq/L
• Sempre que houver algum distúrbio
respiratório o HCO3 sofrerá alterações
imediatas.

Causas da acidose e alcalose
Acidose

pH normal
=
7,35 a 7,45

• Aumento da quantidade de ácido nosangue
( aumento do PaCO2)
•Redução das bases
no
sangue ( queda do
HCO3)

Alcalose

• Aumento da quantidade de bases no
sangue
(aumento HCO3)
•Queda da quantidade de ácido (queda
da PaCO2)

Avaliando a gasometria – BE ( Base
Excess)
• Total de bases no sangue = Buffer base (BB)
• valor normal = 45 – 51 mEq/L
• BE = Diferença entre o BB do paciente e
o BB normal
• A diferença calculada...