Augusto comte e a sociologia

Índice


Introdução: A vida de Auguste Comte
Desenvolvimento: Auguste Comte e a Sociologia
Conclusão: Interferência do Positivismo nos dias atuais
Bibliografia








[pic]Introdução


Augusto Comte foi um importante filósofo e sociólogo francês do século XIX. Considerado o criador do Positivismo e da disciplina Sociologia viveu num período de crises e desordenssociais, provocadas pelas revoluções da época (Francesa e Industrial) o que influenciou muito em seu pensamento. Segundo Comte só existia sociedade na medida em que seus membros partilhavam de um corpo depensamento e sentimentos coerentemente construído e que refletia a etapa de desenvolvimento da humanidade.

Na interpretação comtiana, era esse conjunto consensual, fundamental para a sociedade, queestava se desagregando frente ao movimento conflituoso de desaparecimento e nascimento de uma nova ordem social. Esse era o cerne da crise que precisava ser superada através da constituição de uma novaunidade de pensamento capaz de recompor a ordem, acelerando sua marcha natural no sentido da modernização industrial e científica. A linha seguida por Comte foi de buscar a criação de uma novaciência para restaurar a ordem social.

De acordo com Comte “não eram as instituições, as relações materiais e estrutura hierárquica que constituíam o núcleo da sociedade humana, mas sim o conjunto deidéias, representações e crenças que formavam a maneira de pensar unanimemente partilhada por todos no grupo, ou seja, que engendrava o consenso, unindo os homens em uma dada ordem. E por ser assim, tantoa superação da crise como a reorganização da sociedade não podiam ocorrer com a limitação das ações sobre as instituições, era preciso uma reforma intelectual que atingisse o modo de pensar, derepresentar a vida social”

Sendo este modo de pensar construído a partir do conhecimento existente sobre o mundo, Comte separava, em um primeiro momento, a teoria da prática, pois, entendia que a...
tracking img