Auditoria

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 20 (4832 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 1 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Resolução CFC nº 953/03, em substituição, no parágrafo de opinião, à expressão “com os Princípios Fundamentais de Contabilidade”. Isso motiva reflexões sobre a propriedade do termo e o seu significado. Por “práticas contábeis adotadas no Brasil”, ensina a referida resolução, deve-se entender como sendo os Princípios Fundamentais de Contabilidade (PFC) as Normas Brasileiras de Contabilidade (NBC)e legislação pertinente. A divulgação de quais foram as práticas contábeis utilizadas na elaboração das Demonstrações Contábeis é exigida. Esse papel cabe à administração da entidade auditada, que deve adotar e difundi-la em notas explicativas.
2.3 Estrutura do parecer de auditoria
A estrutura básica de um parecer de auditoria é composta por três (3) parágrafos essenciais exigidos na norma dasquais se cita:
a) Responsabilidades da administração, dos auditores e a definição do objeto de trabalho, as Demonstrações Contábeis;
b) Extensão do trabalho do auditor;
c) Opinião do auditor a respeito das Demonstrações Contábeis.
No parecer intrinsecamente devem conter ainda:
 O nome da entidade, as datas e os períodos a que correspondem as demonstrações contábeis e os trabalhos realizados; O auditor deve declarar se o exame foi efetuado de acordo com as normas de auditoria aplicáveis no Brasil;
 O parecer deve ser datado e assinado pelo contador responsável pelos trabalhos, e conter seu número de registro no Conselho Regional de Contabilidade;
 Caso o trabalho tenha sido realizado por empresa de auditoria, o nome e o número de registro cadastral no Conselho Regional deContabilidade também devem constar do parecer.
2.4 Tipos de parecer de auditoria
A seguir são apresentadas as formas padronizadas de emitir o parecer segundo as normas emitidas pelo CFC que regulamentam a matéria baseadas nas resoluções 700/1991, 830/1998, 1.203/2009 e da resolução que revoga todas as anteriores 1.203/2009 para exercícios iniciados em1º de janeiro de 2010. Um apanhado geral érealizado para se ter uma base para argumentação referente ao conteúdo que serve de fundamentação teórica para a qualificação da análise. A seguir são evidenciados os principais pontos relacionados ao parecer de auditoria.
2.4.1 Parecer sem ressalva
Segundo a resolução CFC 830/1998 o parecer sem ressalva ou limpo é emitido quando o auditor conclui, sobre todos os aspectos relevantes das demonstraçõescontábeis e se estas estão de acordo com os princípios de contabilidade aplicados no Brasil. Parecer sem ressalva é um parecer padrão constituído de basicamente por (3) parágrafos: O introdutório ou parágrafo inicial, o parágrafo intermediário ou de extensão e o parágrafo de opinião que concluí o parecer.
Como o auditor somente pode emitir parecer sem ressalva quando seu exame foi realizado deacordo com as normas de auditoria e, portanto, com a aplicação de todos os procedimentos necessários nas circunstâncias envolvidas, a existência de limitações na extensão do seu trabalho, descritas nos itens seguintes, podem obrigá-lo a emitir parecer com ressalva ou com abstenção de opinião.
2.4.2 Parecer com ressalva
Segundo o item 15 da resolução CFC 830/1998: “O parecer com ressalva deveobedecer ao modelo do parecer sem ressalva, modificado no parágrafo de opinião, com a utilização das expressões “exceto por”, “exceto quanto” ou “com exceção de”, referindo-se aos efeitos do assunto objeto da ressalva”. O parecer exige a divulgação explanação ou a explicação do motivo da ressalva (incerteza do auditor) este deve ser colocado antes do parágrafo de opinião, deve também expor os efeitosprincipais em relação a posição patrimonial e financeira da entidade em relação as demonstrações contábeis.
2.4.3 Parecer adverso
Segundo o item 18 da resolução CFC 830/1998:
Quando o auditor verificar a existência de efeitos que, isolada ou conjugadamente, forem de tal relevância que comprometam o conjunto das demonstrações contábeis, deve emitir parecer adverso. No seu julgamento deve...
tracking img