Auditoria interna

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1890 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 19 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
01/06/2012

Faculdade SANTO ANDRÉ
Portaria Ministerial 374 (DOU 05/09/11)
PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO

AUDITORIA GOVERNAMENTAL E
CONSULTORIA INTERNA DE RH

AUDITORIA GOVERNAMENTAL:
AVALIAÇÃO DA GESTÃO PÚBLICA

OS PRINCÍPIOS DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA
“A EMENDA CONSTITUCIONAL Nº 19, DE 1998
“A administração pública direta e
indireta de qualquer dos Poderes da
União, dos Estados, doDistrito Federal e
dos Municípios obedecerá aos seguintes
princípios:
Legalidade
Impessoalidade
Moralidade
Publicidade
Eficiência

1

01/06/2012

PREMISSAS BÁSICAS DA GESTÃO
PÚBLICA
BOAS DECISÕES NO SETOR PÚBLICO SÃO AQUELAS QUE, ALÉM DE
ÉTICAS E LEGAIS, REFLETEM A DEVIDA ATENÇÃO PARA A OTIMIZAÇÃO
DOS RECURSOS;

AS

PESSOAS

QUE

ADMINISTRAM

NEGÓCIOS

PÚBLICOS

SÃORESPONSÁVEIS PELA PRUDENTE E EFETIVA GERÊNCIA DOS RECURSOS
QUE LHES FORAM CONFIADOS.

ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA

ECONOMIAA

EFICÁCIA

ÉTICA

EFICIÊNCIA

EFETIVIDADE

O objetivo da Administração Pública

O ARTIGO 70 DA CONSTITUIÇÃO
FEDERAL
“A
fiscalização
contábil,
financeira,
orçamentária, operacional e patrimonial da
União e das entidades da administração
direta e indireta,quanto à legalidade,
legitimidade, economicidade, aplicação das
subvenções e renúncia de receitas, será
exercida pelo Congresso Nacional, mediante
controle externo, e pelo sistema de controle
interno de cada Poder”.

2

01/06/2012

AUDITORIA OPERACIONAL

CONSISTE NO EXAME SISTEMÁTICO DA AÇÃO GOVERNAMENTAL,
COM O OBJETIVO DE AVALIAR SUA ECONOMICIDADE E EFICIÊNCIA,
O CUMPRIMENTO DASMETAS PROGRAMADAS E A EFETIVIDADE
DA INTERVENÇÃO GOVERNAMENTAL.

AUDITORIA GOVERNAMENTAL
Auditoria de Regularidade
+
Auditoria Operacional
=
Auditoria Integrada (Governamental)

AUDITORIA GOVERNAMENTAL
CONCEITO BASEADO EM DOIS PRINCÍPIOS GERENCIAIS DO SETOR PÚBLICO:
1º PRINCÍPIO: OS NEGÓCIOS DEVEM SER CONDUZIDOS DE MODO A ALCANÇAR O
MELHOR USO POSSÍVEL DOS RECURSOS PÚBLICOS.
2ºPRINCÍPIO: AS PESSOAS QUE EXECUTAM NEGÓCIOS PÚBLICOS DEVEM SER
RESPONSÁVEIS PELA PRUDENTE E EFETIVA GERÊNCIA DOS RECURSOS QUE
LHES FORAM CONFIADOS.

3

01/06/2012

AUDITORIA OPERACIONAL
(INTOSAI - Organização Internacional de
Entidades Fiscalizadoras Superiores)
a.

AUDITORIA DA ECONOMICIDADE DE ATIVIDADES ADMINISTRATIVAS.

b.

AUDITORIA DA EFICIÊNCIA DA UTILIZAÇÃO E CONTROLE DERECURSOS
HUMANOS, FINANCEIROS E OUTROS.

c.

AUDITORIA DA EFICÁCIA DO DESEMPENHO EM RELAÇÃO AO ALCANCE DAS

d.

AUDITORIA DA EFETIVIDADE DOS PROGRAMAS GOVERNAMENTAIS.

METAS PROPOSTAS.

DIMENSÕES DO DESEMPENHO
ECONOMICIDADE
RECURSOS ADEQUADOS E SUFICIENTES AO MENOR CUSTO, NA
QUANTIDADE E MOMENTO OPORTUNOS.

EFICIÊNCIA
RELAÇÃO ENTRE PRODUTOS GERADOS / SERVIÇOS PRESTADOS E OS
RECURSOSEMPREGADOS.

DIMENSÕES DO DESEMPENHO
EFICÁCIA
CAPACIDADE DE ATINGIR OBJETIVOS E METAS NA DIMENSÃO
PROPOSTA.

EFETIVIDADE
CAPACIDADE DE ATENDER A UMA NECESSIDADE, DE ALTERAR UMA
REALIDADE.

4

01/06/2012

AUDITORIA OPERACIONAL
AUDITORIA (DE DESEMPENHO) OPERACIONAL:
EXAMINA A ECONOMICIDADE, A EFICIÊNCIA E A EFICÁCIA DA AÇÃO
GOVERNAMENTAL
AVALIAÇÃO DE PROGRAMA:
EXAMINA AEFETIVIDADE DE PROGRAMAS E PROJETOS
GOVERNAMENTAIS (ALÉM DA ECONOMICIDADE, EFICIÊNCIA E
EFICÁCIA)

AUDITORIA DE DESEMPENHO
OPERACIONAL
FOCO PRINCIPAL: PROCESSO DE GESTÃO EM SEUS MÚLTIPLOS ASPECTOS:
ORGANIZAÇÃO
PLANEJAMENTO
CONTROLE
PROCEDIMENTOS OPERACIONAIS
CONSECUÇÃO DE OBJETIVOS E METAS

AUDITORIA DE DESEMPENHO
OPERACIONAL
FOCO PRINCIPAL: PROCESSO DE GESTÃO



COMO OS ÓRGÃOS EENTIDADES PÚBLICAS ADQUIREM, PROTEGEM E
UTILIZAM SEUS RECURSOS;



CAUSAS DE PRÁTICAS ANTIECONÔMICAS E INEFICIENTES;



CUMPRIMENTO DE METAS PREVISTAS;



OBEDIÊNCIA AOS DISPOSITIVOS LEGAIS APLICÁVEIS À MATÉRIA SOB EXAME
E ÀS NORMAS RELATIVAS À ECONOMICIDADE, EFICIÊNCIA E EFICÁCIA DA
GESTÃO.

5

01/06/2012

AVALIAÇÃO DE PROGRAMA
FOCO: IMPACTO DA AÇÃO GOVERNAMENTAL
IMPACTO...
tracking img