Auditoria em contas hospitalares

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 19 (4724 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 13 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
AUDITORIA EM CONTAS HOSPITALARES
Prof.ª Enf.ª Danielle Perdigão Mestre em Saúde e Meio ambiente (PUC GO) Especialista: Auditoria de Enfermagem (Faculdade JK – Brasília) Enfermagem do Trabalho (CEEN – GO) Enfermagem em Saúde Mental (Fiocruz – RJ)

Prof. Danielle Perdigão

1

ORAÇÃO DO AUDITOR
Senhor,
Dai-me paciência para orientar os que erram por desconhecimento; Dai-me coragem para enfrentar osque fazem malversação dos recursos da saúde; Mas, sobretudo, Senhor, dai-me discernimento para separar uma coisa da outra.

Prof. Danielle Perdigão

2 Figueiredo, RM, 2006 - UFSCar

PRONTUÁRIO - Instrumento para controle e auditoria - Instrumento avaliador da qualidade - indicador

Prof. Danielle Perdigão 3 Figueiredo, RM, 2006 - UFSCar

PRONTUÁRIO
Definição: - A resolução CFM 1638/2002 defineo prontuário como: “Documento único constituído de um conjunto de

informações, sinais e imagens registradas, geradas a partir de fatos, acontecimentos e situações sobre a saúde do paciente e a assistência a ele prestada de caráter legal, sigiloso e científico, que possibilita a comunicação entre membros da equipe multiprofissional e a continuidade da assistência prestada ao indivíduo”.

Prof.Danielle Perdigão 4 Figueiredo, RM, 2006 - UFSCar

Prontuário médico? ou Prontuário do paciente?

FINALIDADES DO PRONTUÁRIO
• Para o paciente é útil, porquanto, os dados contidos, pois possibilitam um atendimento, diagnóstico e tratamento mais rápidos, eficientes e econômicos, sempre que houver necessidade de reinternação ou transferência para os setores de outras especialidades. Representa paraele, o grande instrumento de defesa, em caso de possíveis prejuízos ou de reivindicação de direitos perante o médico, o hospital e os poderes públicos.

Prof. Danielle Perdigão 5 Figueiredo, RM, 2006 - UFSCar

• Para o médico: o prontuário bem elaborado representa um instrumento de grande valia para o diagnóstico e tratamento definitivo da doença. Possibilita o fornecimento de laudos com maiorsegurança, servindo ainda como um instrumento da defesa de sua atividade profissional.

Prof. Danielle Perdigão

6 Figueiredo, RM, 2006 - UFSCar

• Para o hospital a existência de bons prontuários, permite maior rotatividade de pacientes, reduz o uso indevido dos equipamentos e Serviços, evitando a repetição desnecessária de exames. O prontuário é o documento de maior valor para sua defesa contrapossíveis acusações e permite a qualquer tempo um conhecimento exato do tratamento feito e do resultado alcançado; • Para o ensino e pesquisa possibilita o conhecimento de inúmeros casos com todas as variáveis antecedentes, concomitantes e consequentes da enfermidade, sendo campo para pesquisa e fonte dos mais diversos dados • estatísticos de incidência, prevalência e 7 • mortalidade. Prof. DaniellePerdigão Figueiredo, RM, 2006 - UFSCar

• Quanto à equipe de saúde, este funciona como um instrumento bastante eficiente de intercomunicação, por meio do qual, os profissionais se comunicam, fornecendo informações dentro da própria especialidade. Assim, o prontuário é grande fator de integração da equipe de saúde do hospital.

8 Prof. Danielle Perdigão Figueiredo, RM, 2006 - UFSCar

Resolução1331/89, CFM revogada RESOLUÇÃO CFM nº 1.639/2002
Componentes Do Prontuário
•Dados de identificação do paciente •Anamnese e exame físico •Prescrição •Lista de problemas •Evolução médica •Sumário de alta •Exames complementares.

9 Prof. Danielle Perdigão Figueiredo, RM, 2006 - UFSCar

Importância da organização do prontuário
• • • • Ganho de tempo Qualidade no atendimento Documento de defesa éticaprofissional Facilita o entendimento da história clínica e terapêutica e da evolução dos pacientes • Facilidade em fornecer um atestado • Facilidade em realizar um relatório • Possibilita pesquisas científicas
Prof. Danielle Perdigão 10 Figueiredo, RM, 2006 - UFSCar

Quanto à Responsabilidade e Tempo de Guarda
Resolução CFM n° 1.639/2002 • Prazo mínimo de 20 anos, a partir do último registro,...
tracking img