Audiolivro

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 22 (5449 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de maio de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Universidade de Aveiro

Gailivro

“Um Sonho tornado realidade”

Carlos Letra

Departamento de Línguas e Culturas

1º Semestre 2010/11

Mestrado em Estudos Editorais

História e Cultura do Livro

Índice

1. Introdução 3

2. A história da Editora 4
2.1 Uma Oportunidade para todos. A entrada no grupo LeYa.
3. Catálogo e Estratégia 7
   
4.Distribuição 8
   
5. Conclusão 10

6. Bibliografia 11
Anexos 12
• Entrevista com o fundador, autor e editor da Gailivro: Carlos Letra

• Catálogos

o A ler é que nós aprendemos

o Um regresso às aulas… Especial

1. Introdução

Este trabalho, feito no âmbito da disciplina História e Cultura do Livro, visa dar aconhecer o funcionamento da editora Gailivro, mesmo depois da união com a LeYa no panorama editorial português. A escolha desta editora é devida ao facto da Gailivro ser uma empresa que se cimentou no mercado livreiro português há mais de uma década. E pelo gosto próprio de algumas publicações feitas por esta editora. Agora com a fusão ao grupo LeYa, será interessante verificar como mudaram os seusobjectivos.
Dito isto, irei abordar certos aspectos da editora tais como: uma breve análise da sua história; comparação da estratégia de mercado antes e depois da coligação com o grupo LeYa; a forma como trabalha com os autores e a sua abertura ao público leitor e as suas áreas de intervenção.
Para fazer este trabalho de pesquisa dirigi-me às instalações da Gailivro, onde conseguiconversar com o Gestor de Marca da Gailivro, Senhor Paulo Ribeiro, e desfrutei a oportunidade de entrevistar o Professor Carlos Letra.

2. História da Editora

Quem fundou em 1987 a Gailivro foi o senhor Carlos Letra, que permanece a ser editor e escritor de manuais escolares. Pois é ele que coordena todos os manuais escolares da Gailivro. Em 1987, começou por ser inicialmente um projectofamiliar, mais precisamente o projecto começou na garagem do próprio Carlos Letra. Quem esteve sempre por de trás dele foi a sua mulher, Doutora Encarnação, que ajudou em bastos projectos. O negócio foi crescendo ao ponto de já não poder guardar todas as edições na garagem. Todos estes procedimentos aconteceu porque Carlos Letra era professor de ensino básico e tinha todos os conhecimentos científicospara saber o que poderia editar e acaba por abranger todas as áreas.

Com o crescimento e a necessidade de aumento deste negócio, a Gailivro teve de começar a contactar alguns vendedores para que pudessem ligar-se com as escolas e apresentar os livros, assim podiam expandir ainda mais. A publicidade era uma forte aposta que resultou.

“Investimos bastante na publicidade e naqualidade no primeiro ano e que correu muito bem! Alias… eu fazia cálculos de perder muito dinheiro no ano de arranque e ganhamos algum dinheiro. A publicidade dos livros era feita através de correio para todo o país, incluindo as ilhas. A publicidade dos livros era feita através de correio para todo o país, incluindo as ilhas. Enviava-se um livro para cada escola, desde que tivesse 3 professores. Nosegundo ano pensei que os professores já conheciam os meus livros e que não era preciso fazer publicidade… pensei mal, porque a publicidade é um factor importante e as pessoas esquecem-se rápido do que era bom o ano passado. As editoras da concorrência fizeram manuais semelhantes e com publicidade adicional, eu fiquei a perder. E aprendi uma lição, a publicidade é fundamental.”
CarlosLetra [1]

Nessa altura comprou-se um espaço em Canelas que foram as primeiras instalações da Gailivro.

Até 2003 a Gailivro só produzia livros escolares, alguns jogos didácticos como Mikado e Puzzels. Depois desta data houve uma grande mudança nas edições Gailivro, começaram a investir noutras áreas como na literatura, mesmo assim numa maneira muito coerente e pedagógica, pois...
tracking img