Atual situação do emprego no brasil

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas: 8 (1855 palavras)
  • Download(s): 0
  • Publicado: 22 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

7 alimentos que nem os "especialistas" em nutrição não comeriam.


Por muitos motivos (econômicos e até políticos) nos fizeram pensar que tudo o que se vende nos supermercados é bom, limpo, sano, nutritivo e apto para alimentar a nossos filhos.

[->0]
Entretanto, um artigo publicado em diversas revistas norteamericanas (prevention.com[->1] ewakeup-world.com[->2], entre outras) coloca em dúvida estas idéias, mostrando os 7 alimentos que nem os especialistas em nutrição comeriam.

Vamos à lista:

1. Organismos Genéticamente Modificados:Jeffrey Smith, autor do livro Seeds of Deception[->3] e fundador do Instituto pela Teconologia Responsavel, aponta que os OGM[->4] (Organismos Geneticamente Modificados) requerem para seu cultivo, umaenorme quantidade de herbicidas que contaminam os solos, lençóis d'água, animais e seres humanos, provocando nestes últimos, danos e mutações genéticas. Os cultivos com OGM mais comuns são: milho, soja, batata, alfalfa, canola, mamão, arroz, mel, abobora, tomate, tabaco/rapé e feijões.



Opção: comprar orgânicos, plantar sua própria horta[->5] ou comprar de cooperativas rurais, e verificar asetiquetas. Em alguns países exige-se que o produtor declare se é um OGM. Se não, tem que exigir aos legisladores (que em teoria, representam os interesses de quem os elege) que se imponha uma regularização transparente na etiqueta do alimento. (Ainda não vi isso em nenhum produto no Brasil).

2. Tomates enlatados:Fredrick vom Saal[->6], Endocrinologista da Universidade de Missouri, investigadorexpert em bisfenol-a[->7], explica que a parte interna das latas (e muitos outros acondicionamentos, inclusive plásticos) é feita de bisfenol-a, um estrôgenio sintético que foi relacionado com problemas de esterilidade, diabetes, obesidade e ataques ao coração e câncer[->8]. O bisfenol reduz a produção de esperma e causa danos nas células reprodutivas dos animais. Particularmente, a acidez dostomates faz com que essa substância se desprenda da lata contaminando o alimento.

3. Carne:Joel Salatin[->9], copropietario do Polyface Farms[->10] e autor de varios livros sobre fazendas sustentáveis explica por que a carne vermelha que encontramos no supermercado é alimentada com uma mistura que inclui grãos de milho, soja e excremento de aves. Isto faz com que o gado engorde mais rápido, paraproduzir mais carne e baixe o preço. Entretanto, a concentração nutricional desta carne é deficiente: tem muito baixos níveis de beta caroteno, vitamina E, omega 3, ácido linoleico, magnésio e potásio. Além disso, contém gorduras relacionadas com doenças cardiovasculares. Salatin insiste que é preciso respeitar o fato de que o boi é uma animal herbívoro.
PS: O ser humano não possui um sistemadigestivo eficientemente desenvolvido para metabolizar as proteínas animais, ou seja, muito dessa carne não é digerida. As carnes levam em média 6 horas para serem digeridas (uma parte apenas), gerando reações químicas de putrefação dentro dele, provocando gases que fatalmente irão intoxicar o organismo, além de provocar alterações na fabricação de enzimas. Esses animais recebem antibióticos,provenientes das rações químicas que causam resistência bacteriana. Na carne contém vacinas, resíduos de pesticidas , drogas alopáticas variadas, outros remédios além de DDT[->11] devido a ração, forração e carapaticidas. Contém ácido úrico, principalmente nas víceras, toxinas como escatol[->12], fenol[->13], histamina[->14], putrescina[->15], cadaverina[->16], nitrosaminas[->17], nitritos[->18] enitratos[->19], sulfato de sódio[->20] para dar cor e aspecto "saudável" nos açougues, salitre[->21] para conservar e outros conservantes químicos como formol, adrenalina, adrenocromo[->22] e adrenolutina devido o abate. Vermes intestinais, bactérias e vírus diversos, brucelose[->23], tuberculose bovina, tumores plasmáticos bovinos[->24], substâncias linfocitárias, alérgenos, antigenos[->25] e outros....
tracking img