Atropelamento de animais silvestres

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1561 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 6 de julho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Atropelamento de animais silvestres

Animais que morrem em decorrência de atropelamentos nas estradas de todo o mundo representa a segunda maior causa de perda da biodiversidade faunística. Não existe muita pesquisa avaliando o número de animais atropelados nas rodovias estaduais e federais do Brasil.
Nos últimos anos a modernização e ascensão das rodovias e o aumento do número de veículos eda velocidade têm contribuído para o crescimento da taxa de mortalidade de animais silvestres ao longo das rodovias. A urbanização desordenada além de provocar um problema ambiental, como o abordado no presente estudo, provoca também um problema social, pois a população mais humilde só consegue se estabelecer em locais com menos infra-estrutura, como nas margens de rodovias e estradas. Estapopulação pode interferir de várias formas no comportamento de animais selvagens, se familiarizando com os mesmos ou matando-os por se sentirem ameaçados.
As estradas e rodovias são construídas desconsiderando o habitat da fauna silvestre e as áreas protegidas por lei, cortando locais de fluxo intenso de várias espécies, formando uma barreira geográfica que obriga os animais a trafegarem nas estradas,tendo em vista a compensação de encontrar alimentação e parceiro sexual do lado oposto da pista.
A falta de conscientização por parte dos motoristas também é um agravante nos atropelamentos: eles transitam em altas velocidades, desrespeitando a sinalização, negam socorro após um atropelamento e, através de uma forma indireta, provoca incêndios as margens do asfalto, afugentando os animais que vivemna região em direção à estrada, ocasionando novos atropelamentos.
São muito escassas as propostas para resolução deste problema, entretanto existem alguns órgãos e entidades que tentam combater essas irregularidades: IBAMA, Polícia Florestal e algumas ONGs se dedicam neste trabalho.
A formação de corredores ecológicos tem como principal meta a união de fragmentos de áreas preservadas,possibilitando o fluxo gênico, aumentando a biodiversidade e tentando diminuir o impacto humano no local. Porém age também na prevenção de atropelamentos, já que promove o trânsito de animais por outros lugares que não a estrada, como, por exemplo, através de túneis, pontes, ductos laterais e barreiras (telas) que direcionem a fauna para essas passagens, evitando o atropelamento.“CAMINHOS DA FAUNA”

Dentre as 4650 espécies mamíferos, o Brasil abriga cerca 524 espécies, das quais 70% são encontrados na Amazônia brasileira.
O projeto “Caminhos da Fauna” realizado pela Área de Proteção Ambiental (APA) de Petrópolis em parceria com a CONCER e o Instituto Nova Terra com o objetivo de monitorar e identificar os animais alvo de atropelamento na região de Mata Atlântica ao longo daBR-040, no trecho entre Petrópolis (RJ) e Juiz de Fora (MG), já tem seus primeiros resultados. Além da capacitação de 80 funcionários da concessionária do trecho, está sendo desenvolvido um trabalho de educação ambiental em quatro escolas municipais, de acordo com a bióloga Cecília Bueno, coordenadora do projeto.
O recolhimento dos primeiros animais atropelados irá permitir a futura elaboração demapas temáticos sobre o deslocamento das espécies ao longo da rodovia e a instalação de corredores de fauna que podem ser essenciais para a preservação de numerosas espécies.
A fauna da região é muito rica e, entre outros animais, reúne preguiças, tatus, ouriços-cacheiros, gatos-do-mato, macacos e micos, além das aves, répteis e anfíbios. Na região da BR-040 existe um importante corredorecológico de Mata Atlântica, responsável pela ligação com outros trechos ainda intactos deste bioma no Estado do Rio. Ao garantir a passagem dos animais pela estrada, numerosas espécies serão beneficiadas e será reduzido o número de atropelamentos.
Os animais recolhidos serão encaminhados para instituições especializadas e, quando possível, taxidermizados e utilizados para exposições educativas...
tracking img