ATRATIVIDADE DA CARREIRA DOCENTE, DESENVOLVIMENTO E POLÍTICAS PÚBLICAS PARA A VALORIZAÇÃO DO MAGISTÉRIO, NO BRASIL.

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 16 (3790 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 26 de fevereiro de 2014
Ler documento completo
Amostra do texto
UCAM – UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES
LUIZ CLÁUDIO NORMANDO












ATRATIVIDADE DA CARREIRA DOCENTE, DESENVOLVIMENTO E POLÍTICAS PÚBLICAS PARA A VALORIZAÇÃO DO MAGISTÉRIO, NO BRASIL.
















BRASÍLIA -DF
2013
UCAM – UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES
LUIZ CLÁUDIO NORMANDO












ATRATIVIDADE DA CARREIRA DOCENTE, DESENVOLVIMENTO EPOLÍTICAS PÚBLICAS PARA A VALORIZAÇÃO DO MAGISTÉRIO, NO BRASIL.








Artigo Científico Apresentado à Universidade Candido Mendes - UCAM, como requisito parcial para a obtenção do título de Especialista em Docência do Ensino Superior.








BRASÍLIA - DF
2013

ATRATIVIDADE DA CARREIRA DOCENTE, DESENVOLVIMENTO E POLÍTICAS PÚBLICAS PARA A VALORIZAÇÃO DO MAGISTÉRIO, NO BRASIL.Luiz Cláudio Normando1

RESUMO


O objetivo básico deste estudo é refletir sobre a atratividade da carreira docente e os diversos fatores que nela interferem. A baixa atratividade da carreira docente é um fenômeno mundial. Os níveis de desenvolvimento econômico e social estão relacionados ao desempenho escolar que, por seu turno, é afetado pela baixa atratividade da carreira docente. Osgovernos, no Brasil, têm levado adiante, especialmente na última década, políticas públicas de incentivo à carreira docente, numa tentativa de reverter a baixa atratividade do magistério. Dentre essas ações, menciona-se a fixação do piso salarial nacional para o magistério (Lei 11.738/08) e o Pibid - Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (Decreto 7.219, de 24/06/2010). Realizou-se umapesquisa bibliográfica considerado as contribuições de autores como Gatti (2009), Jesus (2004), Louzano (2010) e Oliveira (2011), dentre outros, que apontam os principais fatores relacionados à baixa atratividade da carreira docente. Concluiu-se que as ações de governo no âmbito de políticas públicas de estímulo à carreira docente não são suficientes para mudar o quadro de falta de atratividadeda carreira docente. Essas conclusões são reforçadas por resultados dos últimos censos escolares, apresentados neste estudo.

Palavras-chave: Carreira Docente. Atratividade. Desenvolvimento. Políticas Públicas.

Introdução

O presente trabalho busca uma reflexão sobre os fatores relacionados à atratividade da carreira docente, em face das políticas públicas de valorização do magistério, noBrasil.
No âmbito dessas políticas públicas vêm sendo adotadas ações visando à valorização da carreira docente, dentre as quais se destacam: a instituição do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (Decreto 7.219, de 24/06/2010) e a implantação do piso nacional salarial do magistério (Lei 11.738/08) – tratadas neste trabalho.
Além dessas ações, podem ser mencionadas: a definiçãode vantagens financeiras no âmbito do Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior (Fies) a estudantes matriculados em cursos de licenciatura; a certificação, em nível de pós-graduação, para os professores da rede pública; projetos de integração de professores e alunos das universidades e das redes de ensino.
Apesar dessas ações, no período de 2007 a 2012, houve uma redução de2.424.406 matrículas na educação básica (de 52.969.456 para 50.545.050). Nesse período o número de professores aumentou de 1.882.961 para 2.101.408.
Para Louzano (2010), a carreira docente atrai indivíduos com baixo rendimento acadêmico e com perfil sócio econômico mais baixo. Ainda segundo o autor, os resultados do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), em 2005, apontam que 11% dos estudantes sedeclararam interessados no magistério. Entre esses, apenas 5% estavam entre os 20% com melhor desempenho. Por outro lado, 16% estavam entre os 20% de pior desempenho.
Para autores como Jesus (2004), no passado prevaleciam valores intelectuais e humanistas, valorizando o conhecimento, a reflexão, a profundidade na análise dos problemas. Em contrapartida, na atualidade, há uma exacerbação...
tracking img