Atps

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 28 (6948 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 15 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
HUMILHAÇÃO SOCIAL – UM PROBLEMA POLÍTICO EM PSICOLOGIA

O artigo opera com resultados de uma pesquisa de psicologia social desenvolvida em regime participante e envolvendo mulheres que na Vila Joanisa – SP assumiram comunitariamente o trabalho de Centros de Juventude. Dedicamo-nos aqui ao exame de um problema político e psicológico, a humilhação social, uma modalidade de angústia disparadapelo impacto traumático da desigualdade de classes: para assim caracterizá-lo, recorremos à investigação marxista e à psicanálise.
Descritores: Classe trabalhadora, Privação social, Ansiedade social, Psicologia social.
Dentre as três palavras marxismo e psicanálise ,talvez a mais anódina entre elas, aparentemente insignificante ,uma conjunção aditiva é que merecesse desde já polarizar nossaatenção. Dizemos: marxismo e psicanálise. Encontramo-nos, assim, não perante uma alternativa "psicanálise marxista" ou "freudo -marxismo", expressões que não hesitaram formular-se na Europa e na Argentina, reivindicando uma espécie de pesquisa combinada nem sempre bem sucedida.
A pessoa sofre e habita a experiência comum: em alguma medida, sofrendo, vem afetá-la por traços originais, por qualidadessurpreendentes que tornam irredutível a fisionomia de cada homem. Impossível tomar o rosto e a voz de um homem como expressões perfeito condicionamento. Os temas da Psicologia Social, justamente, incidem sobre problemas intermediários, difíceis de considerar apenas pelo lado do indivíduo ou apenas pelo lado da sociedade. É este o caso para o problema da humilhação social. Sem dúvida, trata-se de umfenômeno histórico. A humilhação crônica, longamente sofrida pelos pobres e seus ancestrais, é efeito da desigualdade política, indica a exclusão recorrente de uma classe inteira de homens para fora do âmbito intersubjetivo da iniciativa e da palavra. Mas é também de dentro que, no humilhado, a humilhação vem atacar.
A humilhação vale como uma modalidade de angústia e, nesta medida, assumeinternamente, como um impulso mórbido, o corpo, o gesto, a imaginação e a voz do humilhado .Esta situação intermediária, situação ambígua da humilhação, fenômeno externo-interno, é o que nos faz encontrar tanto a Marx quanto a Freud, beneficiando-nos do fato essencial de que tanto Marx atento às determinações econômicas – quanto Freud – atento às determinações pulsionais afinal ensinaram-nos aencontrar o homem em situação inter-humana, o homem havendo-se com os outros homens mais do que com mecanismos. O mecanismo homem, que em Marx vem com a mercantilização das relações sociais e em Freud com a formação das pressões inconscientes e intersubjetivo .A humilhação social conhece, em seu mecanismo, determinações econômicas e inconscientes. Deveremos propô-la como uma modalidade de angústiadisparada pelo enigma da desigualdade de classes. Como tal, trata-se de um fenômeno ao mesmo tempo psicológico e político. O humilhado atravessa uma situação de impedimento para sua humanidade, uma situação reconhecível nele mesmo , em seu corpo e gestos, em sua imaginação e em sua voz , e também reconhecível em seu mundo ,e tudo ao seu redor.
O morador que é impedido a visão dos bairros pobresparece, às vezes, ainda mais impiedosa do que a visão de ambientais arruinados, não são bairros que o tempo veio corroer ou as guerras vieram abalar, são bairros que mal puderam nascer para o tempo e para a história. Um bairro proletário não é feito de ruínas. Ocorre que ali o trabalho humano sobre a natureza e sobre a cidade parece interceptado. As formas de um bairro pobre não figuram comodestroços, mas em que podem restar impressionantes qualidades arqueológicas: em suas linhas corroídas e em suas formas parcialmente quebradas pode persistir a memória de muita pessoas .A montagem de novas formas de vida fica emperrada. Para a carpintaria, pode faltar madeira ou formão, um martelo, um alicate. A alvenaria é sempre adiada, interminável: a compra de tijolos, areia, massa e uma janela,...
tracking img