Atps

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1261 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 15 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
FACULDADE ANHANGUERA EDUCACIONAL DE CAMPINAS


CURSO DE PSICOLOGIA





TEORIAS HUMANISTAS II




PAULO HENRIQUE DOS SANTOS RA 1034956056








PESQUISA SOBRE GESTALT – TERAPIA





















CAMPINAS

2012


FACULDADE ANHANGUERA EDUCACIONAL DE CAMPINAS


CURSO DE PSICOLOGIA





TEORIAS HUMANISTAS II




PAULO HENRIQUE DOSSANTOS RA 1034956056






PESQUISA SOBRE GESTALT – TERAPIA























CAMPINAS

2012








SUMÁRIO





I. GESTALT-TERAPIA...............................................................................03


II. CONCLUSÃO.........................................................................................05III. REFERÊNCIAS.......................................................................................06











`






















I. GESTALT-TERAPIA.




A Gestalt Tarapia segundo James S. Simkim é uma intervenção psicológica não interpretativa, histórica e existencial, sendo que o trabalho do terapeuta esta concentrado em orientar a atenção daqueque esta em atendimento para o “aqui e agora”, na relação interpessoal frente a frente sem recorrer a analises transferências ou contra-transferenciais. O foco do tratamento concentra-se na atualidade do processo terapêutico e na decisão existencial da escolha.

A Gestalt – Terapia foi fundada pelo neuropsiquiatra Friedrich (Fritz) Salomon Perls (1893-1970) e exposta, pela primeira vez, no livroGestalt Therapy publicado em 1951 em colaboração com Ralph Hefferline e Paul Goodman, traduzido para o português em 1997 (Perls, Hefferline & Goodman, 1997). O livro traz o aporte teórico da abordagem, acrescido de exercícios práticos descritos e comentados. Após o falecimento de Perls, sua esposa e colaboradora Laura Posner Perls (1905-1990) foi reconhecida como co-fundadora, assumindo aliderança do movimento. O uso do termo Gestalt é resultado da admiração de Perls pelos fundadores da Psicologia Gestalt que ele conheceu, ainda na juventude, na Universidade de Frankfurt - Alemanha. Na formulação de suas idéias sobre a terapia, Perls foi influenciado por sua esposa Laura Perls, pela teoria organísmica de Kurt Goldstein (1878-1965), pelos estudos sobre holismo e evolução do proeminentepolítico sul-africanao Jan Christiaan Smuts (1870-1950), pelas idéias em energia vital de Wilhelm Reich (1897-1957), pelas preocupações com a constituição do sentido do crítico literário britânico I(vor) A(mostrong) Richards (1893-1979), e pela teoria semântica do polonês Alfred Korzybski (1879-1950). As proposições de Perls foram bem recebidas pelo movimento humanista dos anos 1960, encontrando boaacolhida junto aos movimentos de contracultura e aos movimentos libertários que viam o crescimento individual vinculado à perspectiva de independência pessoal e construção de um mundo melhor (Kogan, 1976).

A Gestalt Terapia é conhecida no Brasil desde a década de 1960, por influencia da teoria de Roger, do Psicodrama, e da pedagogia de Summer Hill (Inglaterra), na década de 1970 terapeutas jáexploravam a Terapia da Gestalt na cidades de Curitiba e Rio de Janeiro, sendo que a difusão do pensamento da Gestalt no Brasil se fortaleceu no inicio dos anos 1970, com a formação de grupos de estudos, destaca-se como um dos pontos de atração ao Gestaltismo na década de 1970, a compatibilidade ideológica com a resistência ao regime militar Além disso, a abordagem reservava espaço para acriatividade e para a afirmação de estilos pessoais, ensejando a expressão verbal e não verbal. Do ponto de vista terapêutico, a Gestalt-Terapia apresentava-se como um método eficaz, com resultados terapêuticos em curto prazo.

O primeiro trabalho em Gestalt-Terapia escrito no Brasil foi o artigo Elementos de Psicoterapia Guestáltica de Térese Tellegen publicado em 1972, no Boletim de Psicologia de...
tracking img