Atps

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1714 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
ANHANGUERA EDUCACIONAL
FACULDADES JOINVILLE UNIDADE II
ENGENHARIA MECÂNICA

DISPENSA COM TRABALHO
ELETROQUÍMICA

Ana Carolina Dolzan RA 3231542931



PROF. : Marisa Leyla Espinoza

JOINVILLE
22 DESETEMBRO DE 20011

INTRODUÇÃO

A matéria é composta de partículas eletricamente carregadas, portanto não é surpreendente a possibilidade de converter energia elétrica em energia química e vive-versa. Embora a discussão sobre a natureza da energia elétrica pertença ao campo da Física, certos aspectos da produção e usos da mesma competem à Química e mais propriamente à Físico-Química. Assim, aEletroquímica trata do estudo da participação de energia elétrica em transformações químicas nas células eletrolíticas, assim como da conversão de energia química em energia elétrica nas células galvânicas (pilhas e baterias).
As células eletroquímicas podem ser células galvânicas ou células eletrolíticas. Na eletrolise, a passagem de uma quantidade suficiente de eletricidade através de uma solução,produz-se uma reação não-espontânea, desta forma pode-se produzir Na(s) e Cl2(g) a partir do NaCl(1). Assim como o sódio, o alumínio, o magnésio e o cobre, são metais obtidos industrialmente por eletrólise.
Nas pilhas, através de uma reação espontânea, produz-se uma quantidade de eletricidade capaz de acender uma lâmpada ou fazer funcionar um pequeno motor, É difícil imaginar algum aparatoeletrônico que funcione sem uma pilha, desde um relógio de pulso, uma lanterna, uma calculadora e até os celulares.

ELETROQUÍMICA

A eletroquímica é o ramo da química relativa ao estudo dos aspectos eletrônicos e elétricos das reações químicas. Os elementos envolvidos em uma reação eletroquímica são caracterizados pelo número de elétrons que têm. O número de oxidação de um íon é o número de elétronsque este aceitou ou doou quando comparado com seu estado neutro (que é definido como tendo número de oxidação igual a zero). Se um átomo ou íon doa elétrons em uma reação, seu número de oxidação aumenta se aceita um elétron seu número diminui.
A perda de elétrons de uma substância é chamada oxidação, e o ganho são conhecidos como redução. Uma reação na qual ocorrem oxidação e redução é chamada dereação redox. Para uma reação ser considerada eletroquímica, deve envolver passagem de corrente elétrica em uma distância finita maior que a distância interatômica. A corrente que circula no meio reacional pode ter duas origens:
• No próprio meio, quando então se tem uma pilha eletroquímica.
• Gerada por uma fonte elétrica externa, quando então se tem uma célula eletrolítica
Em ambos os casos,tem-se sempre dois elétrodos:
• Ânodo: elétrodo para onde se dirigem os ânions ou, alternativamente, onde se formam cátions. Nesse elétrodo sempre ocorre corrosão, com conseqüente perda de massa, e sempre ocorre oxidação dos ânions ou, alternativamente a formação dos cátions a partir do metal do elétrodo (quando então se tem também uma oxidação).
• Cátodo: elétrodo para onde se dirigem oscátions. Nesse elétrodo ocorre sempre depósito, e também redução dos cátions.

PILHAS E BATERIAS
Pilha é qualquer dispositivo no qual uma reação de oxirredução espontânea produz corrente elétrica.
Cátodo é o eletrodo no qual há redução (ganho de elétrons). É o pólo positivo da pilha.
Ânodo é o eletrodo no qual há oxidação (perda de elétrons). É o pólo negativo da pilha.
Os elétrons saem do ânodo(pólo negativo) e entram no cátodo (pólo positivo) da pilha.

Exemplos de Pilhas
Pilha seca comum (Leclanché)
As pilhas secas são do tipo zinco-carbono, são geralmente usadas em lanternas, rádios e relógios. Esse tipo de pilha tem em sua composição Zn, grafite e MnO2 que pode evoluir para MnO(OH).

Pilha alcalina comum
As pilhas alcalinas são compostas de um ânodo, um "prego" de aço...
tracking img