Atps de história da educação pedagogia 3° semestre

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas: 12 (2904 palavras)
  • Download(s): 0
  • Publicado: 20 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Universidade Anhanguera- UNIDERP

Disciplina: História da Educação e da Pedagogia.

Curso: Pedagogia, 3° Semestre.

Desafio de aprendizagem da Disciplina:
História da Educação e da Pedagogia

Prof. Lindolfo A. Martelli

Acadêmicos: RA

Dheire Santos Fonceca 355768
Fabricia Neres Fernandes366419
Gerson de André da Silva 366384
Regina Miranda Vieira 364343

Novo Horizonte do Sul/MS
04/2013
História da Educação: Singularidades
Desde os tempos remotos, onde a educação mostrava suas primeiras características, entre elas uma das primeiras, a baseada naprópria sobrevivência. já evoluídos como homo sapiens, aparecem os primeiros passos de educação, onde se baseava em transmissão de conhecimentos. Na fase neolítica, há uma revolução educativa, onde há uma preocupação com a divisão do trabalho nas primeiras técnicas de agricultura, onde a divisão entre homem e mulher no trabalho, fixam-se valores para especialização da aprendizagem, concretizando-se comoos primeiros modelos de educação. Outro modelo de desenvolvimento da educação é o oriental, baseado em formas tradicionais, dividida em classes, objetivando a cultura e o trabalho, com escolas organizadas fechadas e separadas para a classe dirigente, onde a educação aparece nos livros sagrados, que ofereceram regras ideais de conduta e enquadramento das pessoas nos rígidos sistemas religiosos. NoEgito, as escolas funcionavam como templos e em algumas casas foram frequentadas por pouco mais de vinte alunos. A aprendizagem se fazia por transcrições de hinos, livros sagrados, acompanhada de exortações morais e de coerções físicas. Ao lado da escrita, ensinava-se também aritmética, com sistemas de cálculo, complicados problemas de geometria associados. Os hebreus possuíam uma educaçãobaseada em profetas, eles eram os educadores de Israel, inspirados por Deus e continuadores do espírito de sua mensagem ao “povo eleito”: devem educar com dureza, castigar e repreender também com violência, já que sua denúncia é em razão de um retorno ao papel atribuído por Deus a Israel, onde aos poucos foi acrescentado o estudo da escrita e da aritmética. A educação grega era centrada na formaçãointegral do indivíduo. A transmissão da cultura grega se dava também, através das inúmeras atividades coletivas (festivais, banquetes, reuniões). A escola ainda permanecia elitizada, atendendo aos jovens de famílias tradicionais da antiga nobreza ou dos comerciantes enriquecidos. Esparta e Atenas deram vida a dois ideais de educação: em Esparta, as crianças do sexo masculino, a partir dos sete anos,era retirada da família e inserida em escolas-ginásios onde recebiam até os 16 anos, uma formação de tipo militar, que devia favorecer a aquisição da força e da coragem. Em Atenas após a adoção do alfabeto iônico, totalmente fonético que se tornou comum a toda Grécia, teve um esplêndido florescimento em todos os campos: da poesia ao teatro, da história à filosofia. Em Paidéia se afirma de modoorgânico e independente na época dos sofistas e de Sócrates e assinala a passagem explícita – da educação para a Pedagogia, de uma dimensão teórica, que se delineia segundo as características universais e necessárias da filosofia. Nasce a Pedagogia como saber autônomo, sistemático, rigoroso. Os novos educadores, além de ensinar o homem a especular em torna da verdade, buscavam enfatizar que era precisoaprender a viver de forma virtuosa. A educação romana demonstrou sua educação com caráter prático, familiar e civil, No século II a. C. foram organizando-se escolas segundo o modelo grego, destinadas a dar uma formação gramatical e retórica, ligada à língua grega. Só no século I a. C. é que foi fundada uma escola de retórica latina, que reconhecia total dignidade à literatura e à língua dos...
tracking img