Atps contabilidade

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2021 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 29 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Etapa 3
Definição e critérios de avaliação de ativo, definição e critérios de avaliação de passivo e patrimônio líquido.



➢ Ativo: O Ativo compreende os “bens e os direitos” da entidade expressos em moeda; Caixa, Banco, Imóvel, Veiculo Equipamentos, Mercadorias, Títulos a receber, clientes, são alguns dos bens e direitos que uma empresa normalmente possui. Todos os elementoscomponentes do ativo acham-se discriminados no lado esquerdo do Balanço Patrimonial

➢ Passivo: O Passivo compreende basicamente as “obrigações” a pagar, isto é, as quantias que a empresa deve a terceiros: Títulos a pagar, Fornecedor, Salários a pagar, Hipotecas a pagar, são algumas das obrigações assumidas normalmente pôr uma entidade. Todos os elementos componentes do Passivo acham-sediscriminados no lado direito do Balanço Patrimonial.

➢ Patrimônio Líquido: é como sendo a diferença entre o valor do “Ativo e do Passivo” de uma entidade, em determinado momento.

Exemplo:
✓ Total do Ativo de uma entidade.
✓ Total do passivo.
✓ Patrimônio Liquido.


O Patrimônio líquido de uma entidade é composto pelas seguintes fontes:
Investimentos: Efetuados pelosproprietários em troca de ações, quotas ou outras participações.
Lucro: Acumulados na entidade como fonte de Financiamento.




➢ Lei 11.638/2007


A Lei Complementar 11.638/2007, chamada de lei das sociedades anônimas, trouxe a regra de que as Sociedades Limitadas de grande porte seriam enquadradas na lei citada, no que tange a obrigação de realizar auditoria, seguindo os padrõesinternacionais de contabilidade, tendo que publicar seus balanços.






A Lei n° 11.638, de 28 de dezembro de 2007, publicada na mesma data no DOU - edição extra instituiu várias modificações nos padrões de contabilidade
até então vigentes no país. Alterou e revogaram dispositivos da Lei n° 6.404/76 e da Lei nº 6.385/76, estabelecendo nova disciplina relativamente a elaboração e divulgação dedemonstrações contábeis pelas sociedades por ações, estendendo-a as sociedades de grande porte, ainda que não constituídas sob a



forma de sociedades por ações. Foram introduzidas as mais recentes conquistas e normativas em matéria contábil de países mais desenvolvidos, incorporando-as à realidade jurídica e econômica do país, além de aperfeiçoar inúmeras disposições e institutos jácontemplados na legislação anterior, e consagrar as melhores práticas de governança corporativa.

Sem entrar em aspectos polêmicos de nomenclatura e conceitos acadêmicos levantados por alguns dos mais renomados mestres da Contabilidade no Brasil, os autores procuraram, à luz das suas experiências profissionais, obtidas ao longo de várias décadas, apresentarem um primeiro trabalho para orientação ediscussão sobre a aplicação da Lei n° 11.638/07, ilustrado com exemplos práticos, a fim de proporcionar melhor compreensão dos assuntos tratados.



















Etapa 4
Receitas, despesas, perdas e ganhos


➢ Lucro: É tudo aquilo que se torna a mais do que o esperado sendo positivo entre as receitas obtidas com a venda de mercadorias e os custos necessários para obtê-las,ou seja tudo o que sobra depois de pagar os gastos.


LUCRO Situação líquida positiva




➢ Prejuízo: O prejuízo é o oposto do lucro. O que no lucro sobra dinheiro depois mesmo de pagar todos os gastos, o prejuizo falta. Ambos são saldos na conta denominada "resultados" ou "lucros e perdas" , que podem ocorrer ao final do exercício sendo mensal, trimestral, semestral ou mesmoanual.


PREJUIZO Situação liquida negativa


➢ Receitas: Entende-se por receita a entrada de elementos para o Ativo, sob a forma de dinheiro ou direitos a receber, correspondente, normalmente, à venda de mercadorias, produtos ou prestações de serviços. Uma receita também pode derivar de juros sobre depósitos bancários ou títulos e de outros ganhos eventuais de ativo.

RECEITAS...
tracking img