Atps 7 multimidia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1258 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
INTRODUÇÃO
O objetivo dessa atividade é entender algumas características das vibrações e frequências que formam o som, sinais senoidais, os sintetizadores e sua historia,parâmetros perceptivos do som e das freqüências e sistemas MIDI (Musical Instrument Digital Interface) que compõem o som, assim como, o processamento de voz.

Áudio. Música e Voz.
A audição é o resultado da percepção deflutuações sonoras em um meio, que normalmente é o ar. O ouvido humano não percebe valores estáveis de pressão, mas sim vibrações do meio, desde que situem na faixa de percepção humana.
O som em física é uma perturbação oscilante de alguma grandeza física no espaço e periódica no tempo.
Uma onda sonora senoidal soa como uma nota musical simples e de sonoridade pobre, mas é o conceito básico paracompreensão dos sons, de voz, música e ruídos.
As propriedades sonoras percebidas pelas propriedades sonoras percebidas pela audição são:
•Intensidade – Distingue sons fortes dos sons fracos (volume sonoro).
•Altura – Distingue os sons graves dos agudos (frequência)
•Timbre – Distingue sons de mesma intensidade e altura emitidos por instrumentos diferentes.
AIntensidade representa a percepção da amplitude da vibração sonora, ou seja a potência acústica (Wats). A percepção do ouvido humano não é linear, mas sim logarítmica (medida em dB). Para perceber uma intensidade duas vezes maior e necessária dez vezes mais potência acústica.
A Altura é definida pela frequência, que corresponde ao número de vezes por segundo que a senóide ocorre medida em Hertz. Sonsde altura menores são mais graves, sons de altura maior são agudos. (Não se deve utilizar a palavra altura da designar volume).
O limite da percepção do ouvido humano situa-se entre:
•Mínimo 16 Hz
•Máximo 15 a 20 KHz.
Melhor audibilidade corresponde a sons na faixa de 300 Hz a 3500 Hz (telefonia)
O Timbre é uma propriedade dependente da complexidade do sinalsonoro, para entendê-lo é necessário analisar sinais complexos.
A percepção do timbre é afetada pelos aspectos:
•Domínio da frequência: diversas frequências que correspondem a um sinal (eixo y).
•Domínio do tempo: A forma como a amplitude do sinal varia com o tempo (eixo x).
Os dispositivos analógicos representam o sinal sonoro (pressão mecânica) por um sinalelétrico, de amplitude proporcional ao sinal acústico.
Os dispositivos digitais são representados por sequências de números equivalentes a amplitude.
A conversão analógico-digital (A/D) é a transformação do sinal elétrico analógico em uma sequência de números.
A conversão digital-analógica (D/A) é o processo inverso.
O processo de digitalização contém as etapas:
•Filtragem•Amostragem
•Quantização
•Gravação dos arquivos de áudio
Filtragem:
Limitação da faixa de frequência existente no sinal, por meio de filtros analógicos. Frequências acima e abaixo da faixa de corte do filtro serão eliminadas.
Amostragem:
Consiste em obter o valor atual da amplitude de um sinal analógico em intervalos constantes.Os valores são obtidos em Volts.
Quanto maior a taxa melhor será a reconstituição do sinal
Quantização
Um conversor analógico digital produz um número binário que representa a amplitude daquela amostra. Ex: uma amostra que resultou em180 mV é transformada no binário: 10110100(8 bits).
Erro de quantização é causado pelo arredondamento da conversão dos valores de tensãoanalógica para a representação em bits.

Técnicas de síntese digital de som
Os sintetizadores:
O processamento de som digital não é limitado a processamento de sons gravados. Novos sons podem ser criados de forma totalmente artificial, gerando-se sons correspondentes as notas musicais.
Os primeiros sintetizadores eram construídos com circuitos analógicos interligados por um painel de...
tracking img