Atividades e hábitos das gangues no distrito federal

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 19 (4505 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 19 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
ATIVIDADES E HÁBITOS DAS GANGUES NO DISTRITO FEDERAL

2.1. A pichação

A pichação pode ser caracterizada, como a utilização de espaços e patrimônios públicos como suporte para inscrições não autorizadas pelas autoridades competentes.
Além de ser o eixo principal em torno do qual se articulam as gangues no Distrito Federal, a pichação é um fenômeno juvenil que não está circunscrito apenas aBrasília ou ao Brasil. Suas origens parecem remontar aos movimentos estudantis europeus de 1968 e às tags norte-americanas do final dos anos 60 embora passe por atualizações temporais e geográficas.

2.1.1 Pichação e Sociedade do Espetáculo

A pichação é uma manifestação da Sociedade do Espetáculo. Debord (1997) foi quem cunhou este conceito na década de 50, ele e um grupo de artistas,denominados Situacionistas, utilizavam a pichação como forma de expressão das suas ideias. Ao longo de sua história, também se constituiu como veículo propagandeador de ideias, marcas, autorias, grupos.
É possível entender as formas de representação tipográfica (oficiais e não oficiais) que permeiam o espaço público como produtos de uma sociedade que disputa acirradamente a questão da “visibilidade”.Neste panorama, logotipos, símbolos, representações gráficas de toda espécie, criam artifícios cada vez mais ruidosos para se estabelecer.
O grafite e a pichação compõem um conjunto de práticas que podem expressar também formas de resistência aos grupos hegemônicos da sociedade. Essas manifestações expressam, por meio de territórios, as inquietações do cotidiano dos jovens que grafitam oupicham. Essas manifestações são como “textos a serem lidos, interpretados e debatidos no espaço urbano”.
Esses territórios são vistos como expressão cultural e/ou como sinônimos de resistência à marginalização e de denúncia da ordem vigente, que produz um discurso hegemônico, sem contradições, sem desigualdades. A pichação evidencia esse poder pelas marcas nos muros, monumentos e espaços públicos.
Ocenário da qual participa a pichação, fomentou uma caligrafia diferenciada, uma tipografia que hoje deve ser pesquisada não somente pelo seu caráter puro e exclusivamente social, mas também por constituir ao longo deste percurso, qualidades e diferenciações acerca de uma emergente tipografia popular brasileira.
O significado destas marcas pode ser pensado como uma linguagem secreta que circulaentre jovens que praticam o pichar. A pichação é um rabisco ilegível e monocromático, que pode significar uma assinatura, e até representação de um grupo.
O poder pela pichação é estabelecido pelo número de aparições, na cidade, de determinada marca, é sempre importante a recorrência, e é necessário ousadia. A visibilidade é o que determina a hierarquia. É dado valor, sobretudo, a piches feitos emlocais altos e inacessíveis, tais como pontes, topo de edifícios e locais de grande vigilância policial.
Pode-se pensar que a manifestação da pichação, como expressão do espaço urbano é uma forma que os jovens têm de buscar visibilidade na atual sociedade do espetáculo. No mundo atual, o risco, que marca a autoria, o grupo a que pertence, possibilita, mesmo de forma bastante específica, ainscrição desses jovens neste mundo.

2.1.2. Contextualização da pichação

A caracterização e a valorização da pichação, assim como do grafite, não são consenso entre os estudiosos; para eles, existem duas principais abordagens sobre o assunto. A primeira, partilhada por cientistas sociais e estudiosos de arte, considera a pichação e o grafite formas de expressão social, cultural e artística, quepodem se vincular a grandes movimentos de arte, determinados quer por suas técnicas instrumentais quer por suas correntes artísticas.
A segunda abordagem, da qual comungam juristas, policiais e outros setores da sociedade, consideram as pichações como atos ilegais.
As chamadas street arts, ou artes urbanas, são usualmente alvos de discussões acerca da apropriação do espaço público das...
tracking img