Ata do copom 165

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 44 (10899 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 29 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
165ª Reunião
Sumário
Evolução recente da economia
Avaliação prospectiva das tendências da inflação
Implementação da política monetária
Inflação
Atividade econômica
Expectativas e sondagens
Mercado de trabalho
Crédito e inadimplência
Ambiente externo
Comércio exterior e reservas internacionais
Mercado monetário e operações de mercado aberto
 
Data: 6 e 7/3/2012
 
Local: Sala dereuniões do 8º andar (6/3) e do 20º andar (7/3) do Edifício-Sede do Banco Central do Brasil – Brasília – DF
Horário de início: 16h20 (6/3) e 17h05 (7/3)
Horário de término: 18h52 (6/3) e 20h50 (7/3)
 
Presentes:
Membros do Copom
Alexandre Antonio Tombini – Presidente
Aldo Luiz Mendes
Altamir Lopes
Anthero de Moraes Meirelles
Carlos Hamilton Vasconcelos Araújo
Luiz Awazu Pereira da SilvaSidnei Corrêa Marques
 
Chefes de Departamento (presentes no dia 6)
Adriana Soares Sales – Departamento de Estudos e Pesquisas (também presente no dia 7)
Bruno Walter Coelho Saraiva – Departamento de Assuntos Internacionais
João Henrique de Paula Freitas Simão – Departamento de Operações do Mercado Aberto
Márcio Barreira de Ayrosa Moreira – Departamento das Reservas Internacionais
RenatoJansson Rosek – Departamento de Relacionamento com Investidores e Estudos Especiais
Rodrigo Collares Arantes – Departamento de Operações Bancárias e de Sistema de Pagamentos
Tulio José Lenti Maciel – Departamento Econômico
 
Demais participantes (presentes no dia 6)
Gustavo Paul Kurrle – Assessor de Imprensa
 
Os membros do Copom analisaram a evolução recente e as perspectivas para a economiabrasileira e para a economia internacional, no contexto do regime de política monetária, cujo objetivo é atingir as metas fixadas pelo governo para a inflação.
 
Evolução recente da economia
 
1. A inflação, medida pela variação mensal do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), alcançou 0,56% em janeiro (ante 0,50% em dezembro), quarto recuo consecutivo da inflação acumulada emdoze meses, que se deslocou de 6,50% em dezembro para 6,22% em janeiro. Os preços livres registraram alta de 6,42% em doze meses até janeiro (7,17% até janeiro de  2011), e a variação acumulada dos preços administrados foi de 5,71% no mesmo período (3,24% em igual período de 2011). Em relação aos preços livres, cabe destacar que os preços dos bens comercializáveis apresentaram variação de 3,97% noacumulado em doze meses até janeiro, enquanto os preços dos não comercializáveis variaram 8,62%, ante altas de 6,61% e 7,65% em igual período de 2011, respectivamente. Especificamente sobre serviços, a inflação nesse segmento foi de 1,05% em janeiro, após alta de 0,51% em dezembro. Dessa forma, a inflação de serviços acumulada em doze meses atingiu 9,20% (7,89% em janeiro de 2011). Em síntese, oconjunto de informações disponíveis sugere tendência declinante da inflação acumulada em doze meses, apesar de alguma persistência, que, em parte, reflete o fato de a inflação de serviços ainda seguir em níveis elevados.
 
2. As medidas de inflação subjacente calculadas pelo Banco Central, de modo geral, apresentaram evolução similar à da inflação plena. Enquanto a média das variações mensaisapresentou ligeira alta em janeiro, a média das variações acumuladas em doze meses recuou pelo quarto mês consecutivo. O núcleo do IPCA por médias aparadas com suavização deslocou-se de 0,55% em novembro para 0,58% em dezembro e para 0,47% em janeiro, enquanto o núcleo por médias aparadas sem suavização passou de 0,42% para 0,39% e para 0,36% no mesmo período. De modo similar, o núcleo por duplaponderação, após registrar 0,53% em novembro, avançou para 0,54% em dezembro e para 0,59% em janeiro. Ao mesmo tempo, o núcleo por exclusão, que descarta dez itens de alimentação no domicílio e combustíveis, recuou de 0,47% em novembro para 0,41% em dezembro, antes de avançar para 0,59% em janeiro; e o núcleo por exclusão de monitorados e de alimentação no domicílio passou de 0,45% em novembro para...
tracking img