Astrutura social e a escravidão na áfrica e

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 21 (5188 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 6 de junho de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
RESUMO

O conteúdo do presente trabalho busca descrever como foram as relações comerciais entre a África e a Europa durante os séculos XV e XIX. Semelhantes ao comércio internacional ,pois os africanos foram comerciantes experientes, e de modo algum foram dominados pelos mercadores europeus em razão do controle comercial ou da superioridade técnica em manufatura ou no comércio. Relatapesquisa que evidenciam a cumplicidade de sociedades africanas no processo de extruturação do tráfico negro. Revela através da historiografia discussões de que o tráfico de africanos só se tornou possível e tomou enorme proporções devido á cooparceria estabelecida entre africanos e europeus neste mesmo século. A presença do europeu no tráfico de escravos ampliou e intensificou as relações de comércio,sendo que os proprietários desvalorizavam as terras dando maior importância ao produto que ela produzia .Portanto o fator escasso era a mão de obra ,resultado da captura de africanos para o trabalho escravos As.guerra e, seqüestros,foram responsáveis pela maioria dos cativos, tanto daqueles exportados como daqueles retidos em África. O escravo era uma forma de propriedade privada que produziarendimentos reconhecidos nas leis africanas. Porém a forma como o comércio de cativos ocorria no continente variava de acordo com a organização interna de cada sociedade africana com quem os europeus negociavam. Sendo que na África o modo de escravidão se diferencia do método europeu, para os africanos o escravo era tratado como um empregado, enquanto que para os europeus eram meras mercadorias, queexploravam e massacravam.

2.Desenvolvimento

ASTRUTURA SOCIAL E A ESCRAVIDÃO NA ÁFRICA E

O ato de compra e venda de escravos era feito pelos europeus com Estados concentrados, e com sociedades desconcentradas. Desconcentradas temos os balantas que por sua vez trocavam escravos por metais, de modo que confeccionavam ferramentas para lhes auxiliar na agricultura para não depender deninguém .Temos ainda os efiques,ibibios e ibos que encontraram no comércio uma chance de ficar rico negociando escravos com ingleses e franceses.Por isso para sobreviver ou lucrar as sociedades africanas acharam espaço o bastante afim de organizar, tomar parte e sustentar o comércio de escravos.
A falta de propriedades privadas nas sociedades africanas fez com que a escravidão fosse conhecidademasiadamente. Além disso tinha lei na África que sustentava o escravo como uma forma de propriedade privada.Como a terra era farta e enxergada de um certo ângulo como bem que era usado por muitos, o fator raro na produção de bens era a mão de obra.

Nesta perspectiva quanto maior número de escravos a produção na terra era garantida, mas isso também dava o direito de posse sobre essaterra.Entretanto era uma posse fictícia legal,porque o interesse era mais sobre o produto que a terra produzia.Mas para os europeus o que tinha maior valor não era o produto,mas a terra,fato este que gerava divergência com relação a estrutura européia,por isso o número grande na venda de escravos para os europeus,venda permitida às elites políticas e econômicas da África.
A escravidão foi importantíssima naÁfrica e encaminhou fazer um papel de grande significado no continente, se por um lado os escravos não eram donos de terras FIGURA 1-CONTINENTE AFRICANOFONTE: WWW.WIKIPÉDIA ENCICLOPEDIA
O comércio de cativos na África ocorria da seguinte maneira, tinha forma diferente conforme a organização de cada sociedade africana,como já foi citado anteriormente, o negócio de escravos eram feitos com Estadoscentralizados e com sociedades descentralizadas.O negócio era feito com as sociedades de governos centralizados junto a chefes máximos que garantiam estoque regular de escravos nos portos onde ancoravam embarcações estrangeiras de maneira que fosse feito negócios com encarregado que cuidava desta parte do comércio externo do Estado.Vizinhos poderosos como os reinos de Aladá e Ajudá,na Baía do...
tracking img