Assistente socialnas atividades do peti

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 16 (3800 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 13 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
[pic]
















































































SUMÁRIO

1 INTRODUÇÃO..........................................................................................................3

2CONSTRUÇÃO DA POLÍTICA DE ASSISTÊNCIA SOACIAL...................................4
2.1 LOAS - LEIORGÂNICA DA ASSISTÊNCIA SOCIAL............................................5
2.2 POLÍTICA NACIONAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL...............................................7
2.3 SISTEMA ÚNICO DE ASSISTÊNCIA SOCIAL......................................................9
2.4 TIPIFICAÇÃO NACIONAL DOS SERVÇOS SOCIOASSISTENCIAIS................11

3.CONCLUSÃO.........................................................................................................14

REFERÊNCIAS .........................................................................................................15
INTRODUÇÃO

A Política de Assistência Social tem sua origem no capitalismo, destinada a classe trabalhadora na luta pelos seus direitos, sendo esta controlada pelo Estado e subordinada à políticaeconômica, sendo entendida como estratégia de intervenção do governo nas relações sociais originadas no mundo da produção.
Inicialmente prestou serviços como adoção, consultas médias medidas jurídicas e educativas
Não aceitando tais repressões a sociedade se mobilizou, juntamente com sindicatos de trabalhadores, para reivindicar participação nos diretos nos direitosdecisórios das políticas públicas sociais
A transformação no campo da assistência social não se limita a essa importante mudança política e jurídica. Quis a sociedade, motivada pelo ideário democrático e descentralizador, incluir na Constituição Federal, como diretrizes de organização dessa área, a descentralização político-administrativa e a participação da população. Dessasdiretrizes resultou uma ampla reorganização institucional da assistência social no país com base na Lei federal nº 8.742, de dezembro de 1993 Lei Orgânica da Assistência Social (Loas). (AGUIAR)
Conforme dispõe o artigo 203 da Constituição Federal de 1988: A assistência social será prestada a quem dela necessitar, independentemente de contribuição à seguridade social. Estabelece também em seuartigo 204 a solidariedade financeira, já que, as ações governamentais na área da assistência social serão realizadas com recursos do orçamento da seguridade social, e não através de contribuição previdenciária. O direito à seguridade social será prestado àqueles que não dispõem de recurso financeiros para o mínimo de existência digna, os grupos menos favorecidos economicamente. (BRASIL)A assistência social, política pública não contributiva, é dever do Estado e direto de todo cidadão que dela necessitar. Entre os principais pilares da assistência social no Brasil estão a Constituição Federal de 1988, que dá as diretrizes para a gestão das políticas públicas, e a Lei Orgânica da Assistência Social (Loas), de 1993, que estabelece os objetivos, princípios e diretrizes dasações. (MDS, 2005)
| |
| |


2. CONSTRUÇÃO DA POLÍTICA DE ASSISTÊNCIA SOCIAL

A Política Nacional de Assistência Social é um documento normatizador das ações de assistência social concebidas na LOAS.
A Política, ao definir diretrizes, princípios, estratégias e formas de gestão da assistência social, constitui um instrumento de gestão que transforma em ações diretas ospressupostos legais, estabelece as competências e os fluxos entre as três esferas de governo (federal,  estadual e municipal)
A luta por melhores condições de vida passaram por longos períodos:
• 1923: Lei Eloy Chaves cria a Caixa de Aposentadoria e Pensões (CAP) destinada aos trabalhadores ferroviários como resposta às lutas sociais. Tem como Objetivo central garantir...
tracking img