Aspectos cambiais

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 17 (4044 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 6 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Sistemática de importação e exportação














FAA- Faculdade Alagoana de Administração


Equipe:










Aspectos cambiais
Normas do banco central na exportação
Contratação de cambio e adiantamento sobre contrato










FAA- Faculdade alagoana de administração
Maceió-Al 02/05/2012 q

SUMÁRIO


INTRODUÇÃO 4

1 Apectos cambiais 5


2Incentivos fiscais 11


3 normas do bano central.....................................................................................14


4 contrato de cambio................................................................................................17


5 Adiantamento sobre contratos cambiais................................................17





CONCLUSÃO OU CONSIDERAÇÕESFINAIS 8
REFERÊNCIAS 9






INTRODUÇÃO






Uma característica das relações econômicas internacionais é fato o de envolverem diferentes unidades monetárias, nas transações realizadas. Quando dois países efetuam transações econômicas entre si, entram necessariamente em jogo duas moedas, exigindo que se fixe a relação de troca entre ambas, à qual se dá o nome de taxa de câmbio. Acotação da moeda estrangeira em termos da moeda nacional define a taxa de câmbio como a relação entre o valor de duas unidades monetárias, indicando o preço da moeda estrangeira em unidades de moeda nacional. Se uma mercadoria custa 10 euros, o importador brasileiro troca reais por euros pela taxa de câmbio vigente; se esta for de 3.5R$/€, ele trocará 35 reais por 10 euros, com os quais poderá comprara mercadoria desejada.
























Aspectos cambiais






Em toda transação comercial ou financeira com residentes no exterior é necessária uma operação cambial, que consiste na troca entre a moeda nacional e a estrangeira. As vendas de mercadorias ao exterior devem ser efetuadas por meio de Contrato de Câmbio entre o exportador, que é o vendedor damoeda estrangeira, e um banco autorizado a operar com câmbio, comprador desta moeda.
No contrato, o exportador compromete-se a entregar determinada quantia de moeda estrangeira, decorrente de sua operação de exportação, devendo a instituição, em contrapartida, entregar o equivalente em moeda nacional, dentro de determinadas condições.

1.1 Moedas que podem ser utilizadas na exportação
Deacordo com as conveniências do exportador e do importador, a operação de exportação pode ter como moeda de pagamento qualquer uma que seja conversível (aceitas nas negociações internacionais), entre as quais, dólar, libra, marco, iene, lira, franco francês, dólar canadense, franco suíço, etc. Entretanto, o exportador brasileiro deve estar consciente de que a política cambial de desvalorização do Realestá diretamente vinculada ao dólar, enquanto as demais moedas conversíveis flutuam livremente.Com isso, dependendo da valorização ou desvalorização internacional daquelas moedas conversíveis frente ao dólar, o exportador poderá ter maior ou menor receita de exportação. A mesma análise aplica-se ao importador, que poderá ter maior ou menor despesa na importação.

1.2 Realização do fechamento decâmbio
Salvo raríssimas exceções, o fechamento do câmbio de exportação pode ser realizado antes ou depois do embarque da mercadoria para o exterior, a exclusivo critério do exportador, observado os seguintes prazos: a) até 180 dias antes do embarque; b) até 180 dias após o embarque, mas limitado ao prazo de vencimento da operação (dos saques).


1.3 O que o exportador deve fazer se, após ofechamento do câmbio, o importador cancelar a operação?

Na modalidade de pagamento cobrança, se o cancelamento da operação ocorrer antes do embarque da mercadoria e não for possível exportá-la para outra empresa no exterior dentro dos prazos estabelecidos no contrato de câmbio, o exportador deverá solicitar o cancelamento do contrato no banco que efetuou o fechamento do câmbio. Nesse caso, o...
tracking img