Asma

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1949 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 15 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
1. INTRODUÇÃO

Este trabalho foi elaborado com a intenção de abordar a Asma que dependendo do ambiente no qual se trabalha pode vir a ser considerada uma doença ocupacional. Doença do sistema respiratório que constitui uma interface importante do organismo humano com o meio ambiente. Entre os fatores que influenciam os efeitos da exposição a esses agentes estão aspropriedades químicas e físicas dos gases e aerossóis e as características próprias do indivíduo, como herança genética, doenças preexistentes e hábitos de vida.

1.1 ASMA
A asma é uma doença que causa inchaço e estreitamento das vias aéreas dos pulmões, causando dificuldade respiratória, falta de ar, aperto no peito e tosse.

Asma é uma doença crônica das vias aéreas,caracterizada por:
• obstrução do fluxo aéreo reversível (a reversibilidade não é completa em alguns pacientes) espontaneamente ou com tratamento;
• aumento da reatividade das vias aéreas a uma variedade de estímulos;
• episódios recorrentes de sibilância, dispnéia, aperto no peito e tosse, particularmente à noite e, pela manhã, ao acordar.
Na definição de asma, devem ser destacados alguns aspectosconsiderados essenciais:
• asma, seja qual for sua gravidade, é uma doença inflamatória crônica das vias aéreas, o que tem implicações para a sua prevenção, diagnósticos e manejo;
• a inflamação associa-se a mudanças na hiper-responsividade das vias aéreas, limitação ao fluxo aéreo,sintomas respiratórios e cronicidade da doença;
• a limitação do fluxo aéreo deve-se à broncoconstrição aguda, edema,formação de tampões de muco e remodelamento;
Asma ocupacional é a obstrução variável das vias aéreas, induzida por agentes inaláveis, particulares a um dado ambiente de trabalho, na forma de gases, vapores ou fumos. Pode ser classificada em duas categorias: asma ocupacional propriamente dita, caracterizada por limitação variável do fluxo de ar e/ou hiper-responsividade brônquica, desencadeadas nolocal de trabalho e não por estímulos externos, e
asma agravada pelo trabalho, que ocorre em indivíduos previamente asmáticos, que é agravada por irritantes e/ou sensibilizantes presentes no local de trabalho.
A asma ocupacional pode ocorrer em indivíduos com asma preexistente ou asma concorrente, após exposição ocupacional.

2. FATORES DE RISCO DE NATUREZA OCUPACIONAL CONHECIDOS

Aprevalência de asma ocupacional varia na dependência do agente. Variações na prevalência decorrem das propriedades reativas inerentes a cada composto, assim como nas situações específicas de exposição que incluem propriedades físicas e químicas dos agentes e reação do hospedeiro.
Considera-se que o aumento da ocorrência de asma ocupacional estaria relacionado com o aumento de novos produtos químicosna indústria, simultaneamente ao avanço nos métodos diagnósticos.
Os principais agentes etiológicos da asma ocupacional estão listados a seguir:
• carbonetos metálicos de tungstênio sinterizados;
• cloro gasoso;
• cromo e seus compostos tóxicos: os principais problemas são as névoas de ácido crômico provenientes de banhos de cromeação. O líquido (solução aquosa de ácido crômico), quandosubmetido a processo eletroquímico, forma gases em seu interior e estes borbulham gerando gotículas no ar que carregam o ácido em solução, sendo muito agressivo para as mucosas. Os sais de cromo são usados como pigmentos de tintas e o seu manuseio a seco, na preparação desses produtos (secagem, ensacamento,
pesagem, adição às soluções, etc.)
São fontes de exposição importantes a esses compostos:
•poeiras de algodão, linho, cânhamo ou sisal (principalmente na fiação e tecelagem);
• aldeído fórmico e seus polímeros: o aldeído fórmico ou formol é volátil e usado na conservação de tecidos, nos laboratórios de anatomia, como matéria-prima em alguns processos na indústria química, podendo ainda ser proveniente de reação de polimerização de algumas resinas sintéticas,
• aminas aromáticas e...
tracking img