Asdasdasdas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (269 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 9 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Resumo

Este artigo tem como objetivo mostrar a eventual utilização de cinzas pesadas como matérias-primas para a indústria de vidro, já que no Brasil só sãoutilizadas as cinzas leves para a produção de cimento Portland enquanto a maioria dos produtos de combustão é depositada em aterros. Em estudos iniciais as cinzas foram misturadascom outros resíduos obtidos a partir da mineração de feldspato e fluorita e do processo de galvanização. Todos os resíduos foram analisados por espectroscopia defluorescência de raios X. A vitrificação dos resíduos foi realizada com 10% de Na2CO3 em misturas de 500g, à temperatura máxima de 1450ºC por 2h, ao ar, em um forno a gásutilizando cadinhos de alumina. O estudo de análise térmica foi realizado utilizando ar ambiente como atmosfera e taxa de aquecimento de 20ºC/min. Aanálise química dos resíduosmostra que as cinzas e os resíduos de feldspato e fluorita têm composição semelhante, com teor relativamente alto de SiO2, Al2O3 e óxidos alcalinos. A análise devariância para a temperatura de amolecimento revela uma forte dependência linear dos fatores, com uma alta significância estatística e um excelente ajuste ao modelo linear. Ascinzas de termoelétricas pertencem ao sistema Si-Al-Fe e por isso podem facilmente formar vidros, e que para diminuir a viscosidade do vidro o teor de Na2O é aumentado. Apresença de Fe2O3 e ZnO no resíduo galvânico resulta em maior energia de ligação da estrutura do vidro e pode promover um processo de devitrificação do sistema, com atransformação destes materiais não cristalinos nos correspondentes produtos vitrocerâmicos.
Palavras-chave: Cinzas, Resíduos, vitrificação, galvanização, reciclagem.
tracking img