As viagens de gulliver

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2065 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de março de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
3 – Crítica externa: (3,0 pts.)

a) Dados do autor: breve biografia, dados de nascimento e morte, envolvimento político (...) que nos auxiliam a compreender a obra, outros livros publicados, etc.


Jonathan Swift nasceu em 30/11/1667, em Dublin, capital da Irlanda. Estudou no Colégio da Trindade (Trinity College), em 1693 doutorou-se em Teologia pela Universidade de Oxford. Em1725, começou a escrever “As Viagens de Gulliver”. Em 19/10/1745, Jonathan Swift, após um longo período de decadência mental e surdo, morreu em Dublin. Escreveu: História de um tonel (1704) e A batalha dos livros (1704), ambos sátiras em prosa.


b) Contexto histórico em que a obra foi produzida (situação histórica do país onde vivia o autor).


Jonathan Swift, que viveu de 30 denovembro de 1667 até 19 de outubro de 1745, presenciou um clima de rivalidades entre a Inglaterra e a França, e também entre dois partidos políticos presentes na Inglaterra, os conservadores e liberais.
A Inglaterra, se preparando para a Revolução Industrial, tinha uma burguesia que via na França um obstáculo à sua maior expansão comercial colonial e marítima. Paralelamente à colonização dascolônias inglesas na América do Norte, houve a colonização francesa em terras do Canadá e da Luisiana.


c) Dados a respeito da recepção da obra na época em que foi publicada: edições, críticas, etc.


O livro “As viagens de Gulliver” é um dos clássicos mais importantes da época e é considerado um dos livros mais famosos e inteligentes da literatura universal. Possui muitas edições e naépoca, surgiu com a pretensão de agredir o mundo, não diverti-lo. Hoje em dia, encontram-se muitas edições destinadas às crianças, o que, por muitos críticos, é considerado errado, já que o livro possui uma enorme crítica à sociedade, que as crianças não entendem.
“Se eu tivesse que fazer uma lista de seis livros a serem preservados quando todos os outros fossem destruídos, certamentecolocaria Viagens de Gulliver entre eles.”
George Orwell: Politics vs. Literature.


4 – Crítica interna: (3,0 pts)


a) Estrutura do livro: breve resumo da parte lida do livro.


Neste primeiro capítulo, Swift apresenta um povo, os liliputianos, pessoas que mediam polegadas, que se deparam com Gulliver, que era um navegante que sofreu um naufrágio. Descreve então, avida desse homem em meio aos habitantes de Lilipute. Ele ajuda ao império, mas depois é acusado de traição e vai para o império adversário, Blefuscu.


b) Retire da parte I uma passagem que se refere:


• Ao contexto da época em que o livro foi escrito.

“GOLBASTO MOMAREN EULAMÉ GURDILO SHEFIN MULLY ULLY GUÉ, mui poderoso imperador de Lilipute, as delícias e o terror do universo, cujosestados abrangem cinco mil blustrugs (ou seja, aproximadamente, seis léguas em redor) até os confins do globo, soberano de todos os soberanos, mais alto do que os filhos dos homens, cujos pés oprimem a terra até o centro, cuja cabeça chega ao sol, cujo relance de olhos faz tremer os joelhos dos potentados, carinhoso como a primavera, agradável como o verão, abundante como o outono, terrível como oinverno, a todos os nossos fiéis e amados súditos, saúde.”

“Aquele dos Liliputianos que não acreditar na providência divina é declarado incapaz de exercer qualquer cargo público. Como os soberanos se julgam, muito justamente, delegados da Providência, os Liliputianos supõem que nada há mais absurdo nem mais incoerente do que o procedimento de um príncipe que se serve de gente sem religião, quenega essa suprema autoridade de que se considera depositário e da qual, de fato, recebe a que possui.”

“Ora, os partidários da extremidade mais grossa, que se encontravam exilados, viram tanta deferência na corte do imperador de Blefuscu e tanto auxílio e apoio no nosso próprio país, que se seguiu uma guerra sanguinolenta entre os dois impérios, guerra que durou trinta e seis luas, com vário...
tracking img