As tranças de bintou

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1337 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 6 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
RESUMO
As Tranças de Bintou é uma linda história, escrita por Sylviane A. Diouf, que conta o sonho de Bintou, uma menina africana, de ter tranças como todas as mulheres mais velhas de sua aldeia. Mas, como ainda é criança, tem de se contentar com os birotes. A autora Sylviane A. Diouf, filha de pai senegalês e mãe francesa, criou uma delicada história sobre a angústia do rito de passagem e oaprendizado do crescimento. As ilustrações observadas no vídeo do you tube reforçam beleza, tradição e encantamento da cultura africana. Um belo exercício de respeito à pluralidade cultural e ao amadurecimento.

REFLEXÃO
As experiências científicas integradas com as diferentes áreas do currículo possibilitam o enriquecimento da aprendizagem e melhoram o desempenho mental, utilizando-as como um eloentre as diferentes áreas curriculares, utilizando as reflexões e experiências científicas como um apoio à prática educativa.
Atividades de matemática oferecem vias de quantificação, a música fortalece a compreensão científica de várias formas entre elas produzir sensações, a literatura produz emoções que ficam registradas, atividades artísticas estimulam a criatividade, permite odesenvolvimento cognitivo por meio das estimulações cerebrais, às dramatizações permitem a aplicação de ideias científicas por meio da imaginação, às experiências com alimentos, usam os sentidos para fortalecer lembranças de conceitos, saídas de campo validam as informações cientificas permitindo interações (HARLAN e RIVIKIN, 2000 apud ANDRADE, BATTINI e ZÔMPERO, 2009, p.12 e 13).
O Principal objetivo dasabordagens integradas é promover conexões entre conceitos, visando o conhecimento global e o rompimento de barreiras entre as disciplinas. Possibilita o aprofundamento e compreensão da relação teoria/prática e contribuem para uma formação crítica e responsável, estimula a criatividade e promove uma integração dos saberes. É Preciso que o professor torne-se interdisciplinar, buscando se apropriar dasrelações que se estabelece com outras ciências. Esta abordagem parte da necessidade de se relacionar as questões curriculares a um contexto mais amplo, que alcance outros setores da vida em sociedade.
No texto “As Tranças de Bintou” apresenta características interessantes, abordam diferentes temas, principalmente a questão cultural de forma lúdica e reflexiva. A História fala sobre angústias quesurgem no processo de crescimento e da pluralidade cultural africana. Em nenhum momento é dito no texto o local onde passa a história, porém, há lacunas que nos levam a entender que a história se passa em uma aldeia localizada na África.
São as ilustrações que situam a história na África traduzindo a beleza, as tradições e encantamentos desta cultura. O colorido do ambiente é um aspecto dadiversidade africana e os detalhes dos desenhos informam e acrescentam ao conteúdo escrito. "Podemos encontrar ao longo da história aspectos locais como alimentação, o vocabulário, os nomes próprios, o papel da mulher, o respeito às gerações anteriores, reconhecimento da coragem como virtude, questões do dia a dia do povo e costumes como “por exemplo,”, o ritual de batismo.
A História permite umaabordagem interdisciplinar sobre diferentes componentes da identidade das crianças nos mais diversos aspectos e fases, além de comparações entre outras culturas e povos. Permite que façamos atividades reflexivas relacionando nossa realidade à história, como,”por exemplo,”, o fato de que naquele local as meninas não podem usar tranças, enquanto aqui no Brasil, cada vez mais cedo as crianças sãoinfluenciadas por tendências de moda. Podemos abordar os costumes, o respeito para com os mais velhos, pode-se trabalhar com os nomes, com relação ao cabelo pode-se abordar de forma positiva valorizando as raízes africanas, trabalhar as diferenças, utilização de pinturas/cores, corpo humano, meio ambiente, animais juntamente com leitura, escrita e oralidade.
Para contextualizar a História de Bintou nas...
tracking img