As teorias do desenvolvimento: do evolucionismo à globalização

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas: 28 (6860 palavras)
  • Download(s): 0
  • Publicado: 28 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Desenvolvimento
Modulo II
AS TEORIAS DO DESENVOLVIMENTO: DO EVOLUCIONISMO À GLOBALIZAÇÃO
relações capitalistas internacionais que envolvem antigas colônias, agora independentes e vistas como sócias ou parceiras nos acordos econômicos, as antigas comparações científicas entre sociedades se tornaram ultrapassadas. Afinal, em cada uma das novas nações, aparecia uma burguesia comercial cujoobjetivo era o lucro; havia um Estado reconhecido pelas nações ocidentais, com leis e burocracia criadas por uma imagem dos países industrializados. Em tais condições, não se podia mais chamar as recém-criadas nações de “primitivas” ou “selvagens”, pois já não se enquadram no evolucionismo. Entretanto, por trás dessa semelhança nas instituições políticas e econômicas, as sociedades industrializadase as de produção agrícola mostravam diferenças significativas. Então surgiu na sociologia um novo evolucionismo chamado de desenvolvimentista, onde a diferença na sociedade era dada pelo grau de desenvolvimento. Trata-se de um novo evolucionismo que não busca mais as diferenças entre a sociedade européia e as sociedades arcaicas, mas tentam encontrar, nas novas nações, as instituições básicascapazes de garantir a continuidade e a reprodução das relações capitalistas. O evolucionismo desenvolvimentista estabeleceu critérios onde as sociedades eram identificadas como: Desenvolvidas, semidesenvolvidas ou pré-capitalistas.William Wilber Rostow, ex-professor do Instituto de Tecnologia de Massachusetts e porta voz da Casa Branca para assuntos exteriores em 1967 identifica etapas dedesenvolvimento que caracteriza cinco tipos de sociedade.

• sociedade tradicional: produção limitada, tecnologia baseada numa ciência pré-newtoniana, inadequado aproveitamento dos recursos naturais.
• sociedade em processo de transição: caracteriza-se pelo aparecimento das pré-condições do desenvolvimento econômico.
• sociedade em início de desenvolvimento: corresponde ao estágio em que sãoultrapassados os primeiros limites das sociedades tradicionais.
• sociedade em maturação: estágio em que as forças de expansão econômica passam a predominar na sociedade.
• sociedade de produção em massa: desenvolvimento efetivo da produção em bases industriais e científicas e de um aumento significativo do investimento produtivo de capital.

Nessa teoria pode-se os diferentes caminhos históricosde cada sociedade. Pressupõe que todos os povos tiveram a mesma forma original – a “sociedade tradicional” – e atravessaram as mesmas etapas para chegar ao desenvolvimento. Muitas vezes, certas áreas de um país onde já havia investimento significativo em setores produtivos entraram em colapso por razões externas.
O desenvolvimento do capitalismo e da produção em massa é uma meta histórica, talcomo tinham sido a civilização européia e a mecanização para o evolucionismo do século XIX. Cada estágio de desenvolvimento econômico representaria o grau de avanço de uma sociedade em relação à meta almejada. Outro princípio seguido pelas teorias desenvolvimentistas é considerar, como causa do subdesenvolvimento, os entraves ao desenvolvimento normal das forças produtivas. Muitos teóricosdesenvolvimentistas identificavam, como causa do subdesenvolvimento, o apego ao tradicionalismo. Nas sociedades tradicionais, os indivíduos não se comportariam de maneira eficiente no sentido de obter lucros, desenvolver suas ambições e agir racionalmente. Afirma-se que, nos países subdesenvolvidos, haveria estremo apego às relações tradicionais. Assim, conservando valores tradicionais, os indivíduosagiriam, por vezes, “irracionalmente”. A história, sob essa perspectiva, retoma o caráter evolucionista dos positivistas. As sociedades perdem originalidade e especificidade: a lei da evolução e o desenvolvimentismo é que comandariam a mudança social. Os obstáculos ao livre curso desse movimento ascendente em direção ao capitalismo industrial só encontrariam explicação nos aspectos internos,...
tracking img