As-redes-e-midias-sociais-no-processo-eleitoral-de-2010-o-case-marina-silva

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 105 (26121 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 2 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO ESCOLA DE COMUNICAÇÕES E ARTES DEPARTAMENTO DE JORNALISMO E EDITORAÇÃO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO

AS REDES E MÍDIAS SOCIAIS NO PROCESSO ELEITORAL DE 2010 O CASE MARINA SILVA
Como foi pensada e operada a campanha de Marketing Digital da Marina Silva nas eleições presidenciais de 2010

Por Ricardo Azarite

São Paulo – Junho de 2011

Ricardo Azarite

ASREDES E MÍDIAS SOCIAIS NO PROCESSO ELEITORAL DE 2010 O CASE MARINA SILVA

Reportagem apresentada como Trabalho de Conclusão de Curso à Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo sob a orientação da Profa. Dra. Elizabeth Nicolau Saad Corrêa

BANCA
Profa. Dra. Elizabeth Nicolau Saad Corrêa (orientadora)

Prof. Dr. Cláudio Julio Tognolli Profa. Dra. Mariângela Furlan HaswaniJunho de 2011

Àqueles que trabalham para ouvir, escutar e amplificar os gritos anônimos do mundo Aos meus pais, pelas oportunidades que me deram e pelo exemplo que sempre serão para mim A Yasmin, pelo incentivo que me deu para fazer esta reportagem e pelo companheirismo de sempre

Quando dizemos que é um resultado importante o viver em democracia, dizemos também que é um resultado mínimo,porque a partir daí começa a crescer o que verdadeiramente falta, que é a capacidade de intervenção do cidadão em todas as circunstâncias da vida pública. Ou seja, fazer de cada cidadão um político. A liberdade de imprensa, a liberdade de organização política é o mínimo que podemos ter, porque a partir daí começa a riqueza espiritual e cívica do cidadão autêntico.

SARAMAGO, José. Una miradatriste y lúcida. In As Palavras de José Saramago

RESUMO: A eleição é o principal momento político em que se dá poder direto aos
cidadãos; numa era em que aqueles que detêm informação – ou autoridade informativa – estão constantemente com o poder em mãos, a dinâmica política se altera; a maciça votação de Marina Silva na campanha presidencial em 2010 é um exemplo disso. Uma metonímia dessa novaconjuntura são o uso e a importância das redes digitais e mídias sociais nas tomadas de decisão de grandes corporações – sejam elas empresariais, ou públicas e políticas. Diante desse cenário, esta reportagem tem como objetivo descrever as estratégias usadas pela equipe de Marketing Digital de Marina Silva, chefiada por Caio Túlio Costa, para maximizar e potencializar a campanha da candidata acreanaa partir do conceito de redes sociais on e offline.

PALAVRAS-CHAVE: mídias sociais, redes sociais, marketing político, política
brasileira, Marina Silva

ABSTRACT: In democratic States, the election is the most significant political
moment, in which citizens are authorized to decide the guides of a new government. Currently, we live in the era of information; those who possess information –or whose authority is based on it – are constantly empowered and influence their peers. Both scenarios bound obligate a change in the dynamics of the political scene – Marina Silva’s massive voting in 2010 Brazilian presidential campaign is one good representation of it. The use and the growth importance of social media and digital networks in decision-making of large corporations – be theybusiness enterprises or government/publics – represent a metonymy of a culture-in-change. Against this backdrop, this article aims to describe the strategies used by the Digital Marketing team of Marina Silva, led by Caio Tulio Costa, to maximize and enhance the candidate's campaign from the concept of social networking online and offline.

KEYWORDS: social media, social network, politicalconsulting, Brazilian politics,
Marina Silva

AGRADECIMENTOS
A minha mãe, por estimular minhas perguntas e ao meu pai, que me educou a ser um “garoto ponto com”; A todos da Direct Labs, que me ensinaram a dar outros olhos às mídias sociais e ao conceito de 2.0; A Beth Saad, pela orientação e pelos ensinamentos; Ao Caio Túlio Costa, pois sem ele essa reportagem seria incompleta; A Yasmin, pela força...
tracking img