As novas carreiras na internet

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 15 (3505 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 7 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
As novas carreiras da internet
Você sabe o que faz um diretor de Web? Um webmaster? Um CKO? Pois chegou a hora de descobrir e, quem sabe, se candidatar a um desses postos
Por Laura Somoggi (revista Voce out/99)

Em 1875, o diretor do departamento de patentes dos Estados Unidos pediu demissão. "Ficar para quê?", perguntou ele, desanimado, ao secretário de Estado do Comércio. "Não há mais nadaa inventar." No século 19, a máquina a vapor e a lâmpada a gás eram o supra-sumo da tecnologia de ponta. A eletricidade era apenas uma simples curiosidade técnica, coisa de cientista maluco. "O experimento do senhor Edison é interessante do ponto de vista teórico", resumiu um painel de cientistas de Nova York. "Pena que não tenha nenhuma utilidade prática." Tratava-se de algo tão extravagante queo jornalista americano Ambrose Bierce escreveu: "Não se sabe o que é a eletricidade, mas em todo caso ela ilumina melhor do que um cavalo a vapor e é mais veloz do que um bico de gás". Sem conseguir enxergar que a eletricidade seria a responsável por uma das maiores transformações da humanidade, Bierce acabou se imortalizando por ter dito uma das mais estupendas bobagens de que se tem notícia nahistória do pensamento humano.
É certo que você pode seguir a linha do pobre diretor de patentes, dos cientistas nova-iorquinos ou de Ambrose Bierce e subestimar, hoje, o poder de transformação da Internet. Mas também pode abrir os olhos e compreender, antes que seja tarde, o significado e o potencial da Web. Parece uma escolha, mas na verdade não é: quem não se entender com a economia digital,a partir de agora, corre o sério risco de ficar para trás. No ano passado, o comércio eletrônico global movimentou cerca de 55 bilhões de dólares. Existem sites em que os fabricantes não tabelam mais o preço de seus produtos - é o cliente que decide quanto vai pagar por eles. O fenômeno, irreversível como a eletricidade, está aí, à vista de todos. É o que se chama de Nova Economia, com novasprofissões, novos postos de trabalho e novas exigências para as carreiras tradicionais.
Certo, muito impressionante, mas o que isso tem a ver com você? Pois aqui vai: "Todas as funções das organizações - leia-se: o seu emprego - vão mudar drasticamente nos próximos três ou quatro anos", afirma um headhunter de São Paulo. Trata-se de um alarmista, de um catastrofista? Não. Para entender isso direito,é preciso ler e reler o que vem a seguir com muita atenção. Acompanhe o raciocínio.
Em breve, tudo vai virar informação. Todos os produtos e serviços imagináveis estarão disponíveis na rede - e, se estiverem, é porque alguém os colocou lá. Precisa de um livro? Quer trocar a TV? Contratar um guia de viagem no Nepal? Achar um encanador? Acesse a Internet. É claro que o livro continua sendo de papele o encanador continua de carne e osso, mas o importante aqui é: tudo o que existe no mundo dos átomos também vai existir no mundo dos bits. Nesse movimento, frise-se bem, tudo vai virar informação, inclusive os produtos ou os serviços da empresa em que você trabalha. Entendeu aonde queremos chegar? É isso mesmo: de uma forma ou de outra, goste ou não da idéia, você vai fazer parte desseprocesso.
E como exatamente será isso? Aí é que está o problema. Ninguém sabe direito. Só há pistas. Com a Internet, todo mundo que está plugado na rede tem o mesmo acesso às mesmas informações - e a partir daí vai fazer diferença o profissional que souber o que fazer com elas. "Interatividade é também uma chave importante da Nova Economia", diz Christian Haas, presidente da Organic, empresaespecializada em produzir sites. Indústrias vão estar conectadas on-line a seus consumidores e fornecedores, num esquema que já funciona na Dell Computers, um dos maiores fabricantes de computadores do mundo. O cliente faz o pedido para a Dell pela Internet e, na mesma hora, o fornecedor já sabe que vai precisar entregar mais uma peça. "Quem se adaptar a esse novo ambiente é que vai ter projeção nas...
tracking img