As morais brasileiras

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1384 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 1 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
PAPER DO TEXTO:
AS MORAIS BRASILEIRAS

Ciências Contábeis
Ética Profissional e Cidadania

1. INTRODUÇÃO

Este trabalho é baseado no livro “Ética Empresarial” de Robert Henry Srour (2000) capítulo 5 “As morais brasileiras”, onde ele aponta as raízes históricas que levaram o Brasil a cultivar as duas morais que são: a moral da integridade e a moral do oportunismo.

2. AS MORAISBRASILEIRAS

3.1 A hibridez no caso brasileiro

Atualmente com o forte avanço na era digital há muitas empresas inovando sua forma, aderindo a padrões culturais de todos os países para atingir o máximo de público possível. Robert Henry Srour destaca que dentro desse processo de globalização há dois padrões importantes: o profissionalismo e a idoneidade nas transações.
O autor comenta queo profissionalismo está relacionado com a competência técnica nas empresas, disciplina pessoal, pontualidade. Já a idoneidade nas transações é expressa pela honestidade e credibilidade com os consumidores, transmitindo confiança. Se estes padrões não forem aderidos, a competitividade entre as empresas diminuirá.
As raízes históricas latino-americanas levaram o Brasil a cultivar uma dupla moralque seria a moral da integridade e a moral do oportunismo. Onde a moral da integridade inclui todos os agentes sociais. Já a moral do oportunismo inclui a sociedade por inteiro. Essa duas morais espelham-se ou se reproduzem nos atos e pensamentos dos agentes e das organizações.
No Brasil, no ponto de vista da moral da integridade, tornou-se um esporte nacional reclamar ou contar a todos suaindignação com a situação em que se encontra a imoralidade. Para a moral do oportunismo essas manifestações ocorrem de forma silenciosa, ou seja, jamais eram ditas em público ou expostas a todos, só eram comentas para pessoas que realmente confiavam.

3.2 O formalismo e as relações de dependência

Segundo Srour (2000) para a compreensão da cultura brasileira existem dois traços: o formalismoe as relações de dependência.
No formalismo trata uma clara dissociação entre o discurso e a prática, os códigos de conduta e os expedientes espertos do dia-a-dia. No texto é relatado sobre o filme brasileiro “Central do Brasil”, onde o menino Josué furta doces na venda e é repreendido pela professora Dora. Ao invés de Dora devolver os doces que foram furtados por Josué, ela aproveita aoportunidade e enche ainda mais sua bolsa. Isso mostra que pessoas fazem da malandragem uma estratégia de sobrevivência.
As relações de dependência pregam uma lógica da dominação, da proteção, onde os indivíduos desfrutam de muitas garantias. Um exemplo citado no texto seria um funcionário público e uma celetista, onde o funcionário público entrou por um processo de indicação, os chamados “padrinhos”.Ele tem o emprego garantido, sem risco, e tende a bajular seus superiores para que seus nichos sejam atendidos adotando uma postura de “encostado”. Já a celetista sabendo que seu futuro depende de sua capacidade de produção, fica na incerteza de sua permanecia no quadro de funcionários e nunca estará assegurada.
A regulação da sociedade se dá assim por um complexo sistema de relaçõesparticularistas onde o parentesco, afinidade, amizade e muitas outras são expressas, pondo em jogo a dedicação, a fidelidade e a confiança.
No Brasil, as relações pessoais funcionam como relação de confiança e se sobrepõem a qualquer outro critério por definição. Os agentes sociais sobem sua carreira profissional através de seus padrinhos mesmo quando não são aptos ou não possuem capacidade técnicanecessária para desempenhar tal função.

3.3 Alguns traços da cultura brasileira

Os traços da cultura brasileira expressam em boa parte o caráter autoritário das relações de dependência. Segundo Srour (2000), há vários traços que serviam de estrutura para a identidade social brasileira até os anos 80. Alguns desses traços são: a informalidade, a afetividade, a descontração, o formalismo, o...
tracking img