As guerras antiloconias

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (268 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 19 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
A Partilha da Ásia

Em geral, o modo de produção dos países asiáticos era formado pela união da pequena produção agrícola com a indústria doméstica, compondo pequenascomunidades economicamente auto-suficientes. O comércio de produtos europeus, principalmente os ingleses, destruiu rapidamente essa indústria artesanal, ficando a populaçãolocal na exclusiva dependência da agricultura. Tornavam-se, assim, abastecedores de víveres e matérias-primas da Europa.

Uma das regiões mais cobiçadas por diversasnações européias no decorrer dos séculos XVI a XIX foi a Índia. Os ingleses, no século XIX, assenhorearam-se da maior parte de seu território até o Ceilão (Sri-Lanka).Astutamente, impediram o surgimento de um poder central forte e estabeleceram um regime de "protetorado" sobre a Índia – regime que, na prática, significava a intervenção naadministração local. Pela força ou pela intriga, os principados em que a Índia estava dividida iam sendo submetidos à administração da Companhia das Índias Orientais, empresabritânica que detinha o monopólio do comércio com o Oriente.

Em 1857, a revolta dos Cipaios, primeiro movimento nacionalista indiano, colocou em perigo o domínio inglês, masfoi sufocada dois anos depois.

Em 1877, a rainha Vitória, soberana britânica, era sagrada imperatriz da Índia. Poucos meses depois, em 15 de agosto do mesmo ano, oescritor português Eça de Queiroz escrevia sobre a Índia em Crônicas de Londres: "A grande fome é sucedida por uma fome maior, e diante da calamidade os celeiros acham-se vazios,as economias da nação, exaustas, o tesouro do governo gasto e a esperança perdida… Isso explica por que já morreram nas primeiras semanas de escassez 500 mil pessoas".
tracking img