As diretrizes c. nacionais para ed. infantil

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1376 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
1.INTRODUÇÃO
Este trabalho tem como objetivo visar a formação do professor de educação infantil em relação às normatizações propostas nas Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação infantil (2010) e contextualizar seu nível de influência na formação do professor.
As Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação infantil surgiu através de questionamentos de professores da educaçãoinfantil, diretores e coordenadores, com o objetivo a melhoria da proposta pedagógica na educação infantil.
Este trabalho enfatiza as conclusões citadas no documento das Diretrizes Curriculares (DCNEI) e como estas estão presentes nas seguintes disciplinas: Educação da criança de 0 á 5 anos;Organização e Didática na Educação infantil;Ludicidade e educação; Linguagem oral e escrita e Ensino ealfabetização 1.




















2. DESENVOLVIMENTO

Relacionar teoria e prática desenvolve o comprometimento do docente na busca pela melhoria de ensino. Um dos pontos que possibilita essa melhoria é a disponibilidade que o mesmo tem para melhorar sua pratica cotidiana, um fator importante é que professores em seu inicio de carreira, tenha o auxilio de outro profissional maisexperiente que ele, pois trabalhando juntos conseguem lidar melhor com a realidade em que se vive.
A educação infantil está em grande movimentação; ouve uma grande mudança na forma como hoje se compreende a função social e política desse nível de ensino, a concepção de criança e seu processo de aprendizagem e desenvolvimento. Com tudo vem surgindo novas propostas didáticas e pontos de vistarenovados sobre o cotidiano das creches e pré-escolas, estas necessitam de instrumentos que articule o trabalho pedagógico realizado ao longo dessas etapas. Nessa posição se colocam as Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação infantil (2010), que representam uma valiosa oportunidade para se pensar como e em que direção atuar, a partir de determinados parâmetros e como articular o processoensino e aprendizagem nas escolas.
As Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação infantil foram elaboradas a partir de uma ampla discução e escuta de educadores, movimentos sociais, pesquisadores e professores universitários, que colocam suas preocupações e anseios em relação á educação infantil, considerando já haver conhecimento consistente a cerca do que pode fundamentar um bom trabalho.Educação da criança de 0 á 5 anos: É de extrema importância que nessa fase seja elaborada a proposta pedagógica que de acordo com as Diretrizes Curriculares é o plano orientador das ações da instituição e define as metas que se pretende para a aprendizagem e o desenvolvimento das crianças que nela são educadas e cuidadas.As crianças devem ter acessos e direitos de aprendizagem cultural,científicos, artísticos, e tecnológicos, onde é considerada sujeito histórico, nas interações e práticas cotidianas que vivencia, onde elas constroem suas identidades,brincam,aprendem,fantasiam,observam,experimentam e constroem sentidos sobre a natureza e a sociedade.
Nessa etapa trabalham-se muito as fases da criança, que são elas: Sensório-motora (0 á 2 anos) e pré-operatório (2 á 6 anos).Nessa fase é deextrema importância trabalhar os sentidos, o processo da reversibilidade e não reversibilidade, raciocínio lógico, preparar a criança para que ela construa sua autonomia,é importante também trabalhar com os princípios da responsabilidade, da sensibilidade, da criatividade e da imaginação.

A proposta pedagógica das instituições de educação infantil deve ter como objetivo garantir á criançaacesso á processos de apropriação, renovação e articulação de conhecimentos e aprendizagens de diferentes linguagens, assim como o direito á proteção, á saúde, á liberdade, á confiança, ao respeito, á dignidade, á brincadeira, á convivência e á interação com outras crianças. (Diretrizes Curriculares Nacionais para a educação infantil. 2010. P. 18.).

Organização e didática na educação infantil: A...
tracking img