As diferentes teorias da pscologia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 20 (4896 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 26 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
As diferentes teorias psicológicas, produzidas ao longo da história Psicologia, tal como apresentadas no primeiro capítulo, por estarem fundadas em sistemas filosóficos diferentes, definem os processos de desenvolvimento e aprendizagem, bem como a relação entre esses processos de modo diferente.
Para alguns teóricos, de base empirista, o desenvolvimento e a aprendizagem são processos idênticos,que resultam da ação do meio sobre o indivíduo. Para outras teorias, de base racionalista, o desenvolvimento é resultante do amadurecimento progressivo de estruturas pré-formadas no indivíduo, enquanto a aprendizagem é um processo externo, independente do desenvolvimento. A aprendizagem, segundo esta visão, vale-se dos avanços do desenvolvimento para que possa ocorrer, não tendo força demodificação do curso do desenvolvimento.
Uma terceira posição sobre a relação entre aprendizagem e desenvolvimento considera esses dois processos complementares, e, embora inerentemente diferentes, cada um exerce influência sobre o outro. Tais processos são resultantes de estruturações e reestruturações progressivas, mediante a ação do sujeito sobre os objetos e destes sobre o sujeito.
A intenção destecapítulo é tratar desses processos de modo a conceituá-los e de modo a explicitar o tipo de interação provável entre eles.
O processo de Desenvolvimento
É possível se caracterizar o desenvolvimento como o conjunto de competências manifestas num determinado momento da vida do indivíduo. Esse desenvolvimento, que se constitui num processo sempre dinâmico, tem merecido a atenção dos estudiosos depraticamente todas as épocas da história da humanidade. Um dos registros mais antigos, de que se tem notícia, em relação ao problema, é atribuído a Aristóteles. Este filósofo acreditava que os fatores inatos determinavam grandemente o comportamento das pessoas. Segundo ele, os escravos diferiam dos senhores por usarem a razão de uma maneira puramente passiva, faltando-lhes a faculdade deliberativa. Sódiferiam dos animais por pertenceram à classe dos homens. Tal crença justificava a necessidade de estarem, constanlemente, sob a supervisão do senhor, por causa desta inabilidade inata em se autogerirem.
Nessa perspectiva em que fatores inatos são determinantes da personalidade, da inteligência, da aprendizagem e de outros comportamentos, a instituição da escravatura c das castas, a divisão dasociedade em classes sociais, o racismo e outros fenómenos ficam plenamente justificados, uma vez que algumas pessoas são, por natureza, aptas para mandar, para decidir, para organizar as situações, e outras aptas somente para obedecer e para servir.
A ideologia de que algumas pessoas são naturalmente superiores e diferentes das outras pessoas existiu, sem muitos questionamentos, atéaproximadamente o século XVII. Gradalivamente foi desenvolvendo-se outra corrente ideológica, inspirada no judaísmo e no cristianismo, que procurou enfatizar a igualdade dos homens. John Locke (1632-1704), filósofo em-pirista, com a sua teoria da tabula rasa, defendeu a ideia da igualdade dos homens ao nascer, atribuindo as diferenças observadas entre as pessoas a fatores ambientais e socioeducacionais. ComoJohn Locke, vários outros teóricos enfatizaram a relevância absoluta da estimulação ambiental e social para o desenvolvimento humano.
A partir daí estabeleceu-se uma rica controvérsia quanto à causação do comportamento humano e das diferenças individuais: de um lado, os adeptos dos determinantes inatos no comportamento humano; no outro extremo, aqueles que defendiam os fatores ambientais esocioeducacionais como definidores da conduta.
Superando o extremismo dessas duas abordagens mencionadas, encontramos alguns teóricos que explicam o comportamento humano através da interação sujeilo-objeto, o que envolve a contribuição de processos hereditários, genéticos, maturacionais, bioquímicos, processos de estimulação ambiental e aprendizagem, entre outros fatores. Analisemos alguns desses...
tracking img